O brasileiro paga muito imposto e recebe pouco por isso, um exemplo disso é o PIS, que nada mais é do que um imposto recolhido do trabalhador durante o ano todo e depois é depositado em uma conta da caixa em forma de benefício. O PIS vem sendo muito discutido, após o FGTS ter sido liberado pelo governo com o intuito de esquentar a situação financeira do Brasil, que anda muito fraca devido à crise financeira.

Mas muito se fala e pouco se sabe sobre o benefício, muitas pessoas ainda têm dúvidas, para saná-las reunimos as perguntas frequentes feitas pelos beneficiários. Confira abaixo as maiores dúvidas sobre o PIS 2017:

O que é o PIS?

O PIS foi criado para que o empregado da iniciativa privada tenha acesso aos benefícios determinados por lei e ainda colabore para o desenvolvimento das empresas do setor.

Quem tem direito ao PIS 2017?

Tem direito ao PIS 2017 todos os trabalhadores que se enquadrarem em TODAS as condições a seguir:

– Precisam ser trabalhadores do setor privado (profissionais da indústria, comércio, setor de serviços e demais trabalhadores – com vínculo empregatício a pessoa jurídica);

– Precisam ter trabalhado, pelo menos, 30 dias ao mês, no ano anterior com a Carteira de Trabalho registrada;

– Precisam ter vínculo com o PIS há 5 anos ou mais;

– É uma condição obrigatória para receber esse benefício que a remuneração mensal do trabalhador não seja superior a 2 salários mínimos mensais.

– Além disso, é importante verificar se a empresa pela qual trabalha realizou a entrega do RAIS que é a relação de trabalhadores obrigatória ao MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) informando que você faz parte do seu quadro de funcionários.

Como é efetuado o pagamento do PIS 2017?

O pagamento é realizado em uma única parcela através da Caixa Econômica Federal de acordo com o calendário do PIS 2017, que define as datas de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Já os trabalhadores que optarem pelo crédito em conta receberá o valor do PIS 2017 em uma data diferenciada.

Quando é possível efetuar o saque do PIS?

Para sacar o PIS o trabalhador deve seguir algumas regras estipuladas pelo governo e pela Caixa. O saque de quotas só será permitido nos seguintes casos:

– Aposentadoria;

– Benefício Assistencial à pessoa portadora de deficiência e ao idoso;

– Doenças listadas na Portaria Interministerial MPAS/MS 2.998/2001 (do participante ou dependente);

– Idade igual ou superior a 70 anos;

– Invalidez (do participante ou dependente) / Reforma militar;

– Morte do participante;

– Neoplasia maligna – câncer (do participante ou dependente);

– SIDA/AIDS (do participante ou dependente);

– Transferência de militar para a reserva remunerada.

Verifique também se possui saldo do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço disponível de outros anos para a retirada, verifique as datas no site da Caixa e aproveite a oportunidade para retirar e utilizar os seus créditos e realizar seus sonhos.

[nome]
[nome]
[email]
[email]
[submit]
[submit]
[submit]
[submit]
[formId]
[formId]
[return]
[return]
[formName]
[formName]