O assim com diversas invenções do mundo mudaram a maneira como seres humanos se relacionam com trabalho com a família e com a própria rotina do dia dia, os fluxos informasse o nariz do século XX marcou uma mudança de era que chamamos de era digital.

O muitos pensadores define era digital não com uma mudança de era mas, com uma grande era de mudanças. Onde acompanhamos em tempo real tudo mudando o tempo todo, quem aí lembra da nokia há 10 anos atrais com um celular com a venda de celulares que hoje chamamos de tijolorolas? As informações mudar um pouco rápido e a maneira de consumir mudou também. A nokia se perdeu dentro desse processo enquanto observou a Apple entrar no mercado celulares e dominar ele por inteiro. Quem apostaria que 10 anos mais tarde a nokia nem existiria mais?

Nesse artigo vamos contar sobre alguns impactos de que era digital trouxe para as empresas para os consumidores e para toda a vida moderna. Também vamos falar sobre como se preparar para essa grande era de mudanças e como você pode aplicar essas mudanças todos os dias na sua rotina.

A terceira revolução industrial

Em período pós guerra mundial, a terceira revolução industrial ou revolução tecno científica, permitiu que várias setores da indústria aplicação tecnologia de ponta para melhoria de processos. Fruto da corrida espacial entre os Estados Unidos e a Rússia no meio da guerra fria, houve investimento muito grande na produção de computadores, software, microeletrônica, chips transitórios e robótica que logo passar onde técnico tecnologias espaciais, pra ser aplicadas dentro das indústrias nasce dentro das telecomunicações e da informática de maneira geral.

A terceira é você industrial trouxe o auge da comunicação de massa, através da televisão no rádio dos jornais impressos para mundo todo e alguns anos depois a telefonia fixa, telefonia móvel enfim a internet.

Dentro desta era, a informação começou ser massificado, amplificada para que atingisse todos os tipos de pessoas, em todo mundo. Muitas empresas cresceram com esse tipo de massificação uma coca-cola, e o McDonald’s. E esse é um dos pontos que diferente que mais diferencia a terceira da quarta revolução industrial, que chega vão sair no próximo parágrafo.

Os desafios da quarta revolução industrial

Marcada pela big data, Analytics e o desenvolvimento de algoritmos de inteligência artificial, passamos de um período de massificação para o período dos nicho, onde a comunicação das empresas deve atender cada vez mais públicos específicos. Públicos estes que se comunicam em tempo real através de comunidades virtuais, líquidas, rápidas, que se criam e se destroem na velocidade da luz.

Outra vertente da quarta revolução industrial, está na união entre o físico digital e biológico, onde a tecnologia não tem mais barreiras de inserção no nosso dia-a-dia, viabilizando novas descobertas encurtando distâncias e promover a conexão entre as pessoas, independente de onde o quando elas estejam.

Desafios da era digital nas empresas

Atualmente vivemos no meio dessa grande revolução. Alguns acompanho de perto, mas muitos, principalmente no Brasil por falta de acesso à informação, só consegue enxergar uma pequena luz do quanto esta transformação já têm mudado todas nossas relações.

Eu lembro muito bem, na época em que eu comecei a trabalhar como é que digital, os meados de 2011, que fosse falar sobre ter um perfil no Facebook ou não então falido Orkut, era algo muito distante e complexo para quem tinha um negócio na época.

As comunidades do Orkut posteriormente os grupos de discussão no Facebook, já dava sinais de que a relação das pessoas com as empresas havia mudado de uma vez por todas. A relação que antes era de cima para baixo , passou a ser evidentemente e prioritariamente horizontal. Na época de comunicação de massa as grandes marcas ditavam aquilo que era certo aquilo que era correto e aquilo que era tendência, sem haver nenhum tipo de interação com o consumidor final. A era da internet e as mídias digitais trouxera uma voz pro consumidor, pela primeira vez na história ele poderia conversar e responder a marca em tempo real. E além disso, poderia se organizar em grupos parar de tratar esta marca ou também para engajar novos fãs e aumentar valor dessa marca on-line.

Um dos grandes desafios começava aqui, comarca da época estava preparada para conversar com seus consumidores, de igual pra igual? E qual tipo de profissional seria o melhor, o ideal para responder assinar este tipo de interação dentro de um departamento da empresa?

Em poucos anos, a mídia e as e o departamento de comunicação tiveram que se mexer. E não pro parou por aí, departamentos de produto mudaram, departamento de pesquisa do consumidor mudar, e até mesmo os funcionários das próprias empresas passaram a ter relações mais horizontais com os próprios chefes. O conceito de gestão e liderança mudou. A equipe de uma empresa, pela primeira vez na história, ganho um grande poder dentre uma organização, o poder de mudar, decidir acrescentar, retirar, somar e subtrair.

O emprego na era digital

Para um colaborador, o trabalho está cada vez mais se tornando uma experiência que pode ser curta ou longa, dependendo apenas da decisão do colaborador. O novo colaborador, colaborador da era digital também tem necessidades novas, tem um seios novos, temos projetos, é isso que chamamos de ir aí que entram os conceitos de geração Y, Geração Z e milenials.

A era da informação trouxe transparência em relação àquilo que as empresas são e aquilo que é o que o seus colaboradores têm acesso, e a por isso que atrair e reter talentos mas jovens nunca foi tão desafiador. A geração Z, ou chamam também de nativos digitais, já nasceu com essa chave virada. E agora ela exige mais, procurar mas, se engaja mas naquilo que quer e quando quer e exige dos profissionais de recursos humanos novos tipos de desafios. A geração Z, ou chamamos também de nativos digitais, já nasceu com essa chave virada. E agora ela existe mais, procurar mais, se engajar mais naquilo que quer e quando quer e exige dos profissionais de recursos humanos novos tipos de desafios.

A era digital traz novas mudanças de paradigmas para todas as relações humanas, cabe aos gestores e os litro de uma empresa abrir os olhos para essa grande transformação. Essa transformação que, pode levar uma empresa ao sucesso pra exponencial e também ao completo fracasso.

Livros sobre a era digital

Se você quiser saber mais sobre a era digital em pato dela nas organizações humanas, eu sugiro a leitura de dois livros incríveis, que mudar muito a minha percepção deste mundo e como as pessoas devem agir dentro dele.

O primeiro deles é o livro empresas exponenciais. Escritos pelos fundadores da Singularity University, Este livro conceitualiza o que de fato é uma empresa na era digital e também traz um cheque liste de como transformar a sua empresa para que ela possa usar de todos os benefícios da era digital para crescer de maneira exponencial.

O segundo livro que eu indico para leitur é o Comece por você, escrito pelo fundador do LinkedIn , Reid Hoffman. O autor deste livro defende que precisamos em chegar nossas carreiras como se fôssemos empresas, cuidando da nossa marca pessoal, montando um planejamento e Cuidando de nossas habilidades como se fossem departamentos independente de uma empresa.