Em pouco tempo o WhatsApp se tornou um dos maiores aplicativos em número de usuários. Já são mais de 1 bilhão de pessoas que se conectam diariamente para a troca de imagens, Gifs, áudios e vídeos ou mesmo para um simples bate-papo dentre as mais de 55 bilhões de mensagens compartilhadas por dia.

E não para por aí. Duas funcionalidades mais recentes vieram com força total para facilitar a comunicação entre empresa e clientes: o WhatsApp Web, que possibilita parear o seu celular no computador e a partir dali usar o aplicativo; e o WhatsApp Business, voltado para especificamente o mundo dos negócios. Se você é empreendedor, não pode ficar fora dessa.

Acompanhe algumas dicas para vender no WhatsApp:

  1. Crie um perfil profissional: use o nome da sua empresa, marca ou produto que pretende divulgar. Como imagem de perfil, prefira a sua logomarca, na cor oficial. Caso ainda não tenha, é um bom momento para criar a sua identidade visual. Ela será o seu cartão de visitas virtual, para que quando o cliente visualizar aquela determinada cor ou imagem lembre-se de sua marca, produto ou serviço.

 

  1. Status: você pode escolher uma frase de efeito para ser o slogan da sua marca. Caso já tenha um, verifique se está de acordo com o seu nome, se ele sintetiza a alma da sua empresa, como missão, visão e valores. Algo simples e objetivo.

 

  1. Criar grupos segmentados: a segmentação é um recurso de grande importância para diversas ações de marketing e vendas. Não adianta atirar para todos os lados, é preciso ter foco e saber exatamente a quem você dirige a sua comunicação.

 

  1. Segmentar também evita desperdício de tempo, pois você vai direto ao seu alvo pretendido. Procure traçar uma descrição de quem é o seu público, segmente por idade, gênero, profissão, grau de escolaridade, situação financeira, interesses e qualquer outra informação que seja útil para definir quem é o seu público-alvo.

 

  1. Mantenha prontidão na resposta: não há nada mais deselegante, para não dizer irritante, do que o consumidor perguntar algo e não ter resposta. É de suma importância ter condições de dar atenção ao cliente quando for solicitado. Também não basta ser qualquer resposta como sinal de atenção, é preciso ter compromisso com o que é informado a ele. Se prometer algo, cumpra à risca.

 

  1. Envio de imagens, áudio e vídeo: esses recursos sempre chamam atenção, por isso devem ser utilizados sempre que possível. Capriche na produção, nada de fotos improvisadas, com baixa qualidade ou aqueles vídeos caseiros que podem destruir a sua imagem. No caso da divulgação de produtos, vale a pena investir em um serviço profissional que poderá atribuir qualidade ao que você tem a oferecer.

 

Outras dicas úteis: ao mesmo passo em que é importante estabelecer comunicação, não se deve jamais abusar da facilidade de contato e acabar incomodando seus clientes com o envio de mensagens ou conteúdos em excesso.

Você pode e deve fazer testes para verificar qual o melhor horário para o envio, qual a quantidade ideal por período, se por dia, semana, a cada quinze dias ou por mês, e ainda checar se as mensagens são de fato lidas. De cara já alertamos para o perigo de se tornar um incômodo ao enviar mensagens fora do horário comercial e dias específicos, como feriados ou finais de semana.

Estude sua clientela para descobrir o que melhor funciona. Caso tenha uma lista e E-mail, que tal contatá-la e começar sua pesquisa por aí? Como tudo o que é novo, vai ser testando que você fará grandes descobertas.