Se você está pensando em montar uma lanchonete e não tem ideia de por onde começar, vamos mostrar aqui neste artigo, de forma simples, como você poderá investir da maneira correta e aumentar muito suas chances de sucesso. Vamos lá?

Lanchonete

Veja também: Oportunidade de Franquia Digital permite empresários a terem seu próprio Netflix

O Mercado de Lanchonetes

Uma lanchonete tem um modelo de negócio baseado em produtos de alta rotatividade, ou seja, vende todo dia seus produtos.

Ao analisar o mercado brasileiro para montar uma lanchonete, percebe-se uma demanda crescente por esse tipo de empreendimento de alimentação. Isso se deve a um fato bastante reconhecido por estudiosos nos últimos anos:

A forte tendência de se alimentar fora do lar.

Dados da ABIA (Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação) mostram que hoje, o brasileiro gasta, em média, 30% do salário dele comendo fora de casa. Para fins de comparação, é mais do que ele gasta com o aluguel da própria casa.

É um mercado muito grande, que movimenta mais de 11 bilhões de reais por mês e atende mais de 200 milhões de consumidores.

Observe o gráfico abaixo.

Em 2016, o setor continua crescendo, o que o torna um dos poucos negócios recomendados para se investir.

O que acontece é que as pessoas precisam, cada vez mais, comer fora de casa – seja por morar longe do trabalho, seja por ter menos tempo no dia-a-dia.

Gráfico Alimentação

Fonte: Exame.

Ou seja: Este é um mercado em crescimento, com excelentes oportunidades para quem quiser investir em um novo negócio.

No entanto, saiba que também é um mercado concorrido e, para se destacar, você precisará de uma boa estratégia para conquistar clientes fiéis.

Fazer um bom planejamento, conhecer seus clientes e analisar o mercado de alimentação são itens de extrema importância.

Estamos disponibilizando um material completo com o método ideal para começar e montar a sua própria lanchonete e ser bem-sucedido. Para acessar, basta clicar no link abaixo:

>>Clique aqui para acessar o E-book “Como Abrir uma Lanchonete de Sucesso”<<

 

Quanto vale investir?          

O investimento inicial para montar uma lanchonete vai variar de acordo com a estrutura que se pretende montar, levando em conta itens como a localização do estabelecimento, os equipamentos e utensílios a serem adquiridos, o cardápio a ser oferecido e o porte da lanchonete.

Estima-se que o custo médio, de uma pequena lanchonete, seja de R$ 40 mil. Contudo, o retorno é rápido.  Como a venda dos lanches geralmente é realizada a vista e não há estocagem de muitos produtos para venda posterior, a movimentação de capital é alta. Essa é uma forte característica do setor de alimentação.

Caso você não tenha esse dinheiro disponível para montar uma lanchonete, existem opções de financiamento disponíveis para pequenos e médios empreendedores, com taxas de juros bem abaixo do que geralmente é encontrado no mercado.

Essas opções são disponibilizadas por programas de incentivo como o BNDES e também por alguns bancos, que enxergam nestes empreendedores um grande potencial.

O que poucas pessoas sabem é que essas taxas podem ser facilmente consultadas pelo site do Banco Central, e que é possível melhorá-las através de negociações e apresentação do projeto da lanchonete.

Explicamos o passo-a-passo de como fazer isso no E-book, e também disponibilizamos uma cartilha de instruções com informações sobre os financiamentos existentes no mercado para montar uma lanchonete.

>>Clique aqui para acessar o E-book “Como Abrir uma Lanchonete de Sucesso”<<

 

5 Dicas Fundamentais para abrir sua lanchonete:

 

1. Coloque todos os Custos na ponta do Lápis

Custos Lanchonete

Antes de abrir a sua lanchonete, calcule os custos que você terá ao adquirir utensílios e equipamentos, alugar ou comprar um local, contratar funcionários e montar um estoque.

 

Esse tipo de controle logo no começo fará com que você tenha uma noção muito melhor da sua operação. No livro digital que citamos, incluímos diversas ferramentas de controle que facilitam o dia-a-dia da operação e também explicamos como calcular os custos, a diferença entre eles e como gerenciar o estoque.

>>Clique aqui para acessar o E-book “Como Abrir uma Lanchonete de Sucesso”<<

 

2. Monte um cardápio enxuto

Já ouviu falar que quem quer fazer tudo, acaba não sendo bom em nada? Aqui, essa regra também funciona: Se você tentar servir uma variedade muito grande de produtos, alguns deles sofrerão na qualidade.

Ao montar sua lanchonete, pelo menos no começo, evite ter cardápios muito extensos, que exijam que você tenha um estoque caro e com itens de baixo consumo.

Ao invés disso, procure servir poucos itens, mas de excelente qualidade. Assim, você consegue atender muito bem e manter o custo baixo.

 

3. Estabeleça uma Relação de Confiança com os Fornecedores

Fornecedor Lanchonete

Essa é uma parte essencial para que você tenha uma lanchonete de sucesso. Seus fornecedores estarão diretamente ligados à satisfação do seu cliente, pois a disponibilidade e a qualidade dos seus produtos finais dependerão da sua matéria-prima.

Dessa forma, é muito importante que você tenha fornecedores de confiança, que estarão dispostos a te atender em casos de urgência e que entreguem produtos com um padrão de qualidade bem estabelecido.

 

4. Conheça seu Cliente

Saber quem são seus clientes antes mesmo de abrir seu negócio é muito importante. Afinal, é com base em informações como faixa etária, poder aquisitivo e estilo de vida dos seus clientes que você definirá coisas como localização e preço médio dos seus produtos, e também entenderá melhor seus hábitos de alimentação.

Em uma lanchonete, geralmente, seus principais clientes são os que estão nos arredores.

Para definir quem são, levante todo tipo de informação possível: São estudantes e recém-formados ou adultos com filhos? Eles residem ou trabalham por perto do seu estabelecimento?

Uma vez definidas as informações, muitas coisas ficarão mais claras.

No livro digital que falamos, existe um capítulo disponibilizado somente para essa parte, além de um material especial que você poderá preencher com todas as informações.

Para acessá-lo, basta clicar no link abaixo:

>>Clique aqui para acessar o E-book “Como Abrir uma Lanchonete de Sucesso”<<

 

5. Invista em uma Fachada Bonita

Pode parecer meio bobo, mas acredite: Uma fachada bonita, bem-feita e bem colocada dá excelentes resultados, sim! Esse é o principal motivo pelo qual muitos negócios, inclusive franquias, investem nisso.

Uma boa fachada tem o poder de transmitir profissionalismo, boa higiene, gera curiosidade e consolida sua posição no mercado.

Basta pensar na diferença entre ganhar um presente embalado e outro “solto”, sem nada. A embalagem dá outra impressão. E a fachada é a embalagem do seu negócio.

Mesmo que você não seja do tipo de pessoa que liga muito pra presentes, é importante ter em mente que a “embalagem” causa sim um efeito visual muito forte.

Ao montar sua lanchonete, a fachada é o que irá gerar curiosidade e atrair as pessoas para conhecer seus produtos.

Se o seu orçamento estiver muito apertado pra fazer esse investimento agora, pense em alternativas, mas não abra mão de deixar o seu negócio visualmente atrativo.

 

Os 4 Principais Erros que as Pessoas cometem ao Montar uma Lanchonete

Agora, vamos apresentar aqui os 4 principais erros que as pessoas cometem e que podem acabar atrapalhando o bom andamento dos seus negócios e, em alguns casos, até mesmo gerando prejuízos.

Os 4 Principais Erros ao Montar uma Lanchonete

 

1. Pecar na Higiene do Local

Pode até parecer que não, mas acredite: o cliente repara na limpeza de todo o ambiente, da cozinha, dos pratos e da comida que está comendo. E basta um escorregão na higiene para que ele não retorne novamente.

Também, não é pra menos: Quando se trata de alimentação, é preciso ter cuidado.

Por isso, tenha bastante atenção neste quesito: Procure seguir todas as normas da ANVISA e, mais do que isso, faça o máximo para que o estabelecimento como um todo esteja sempre limpo e impecável.

 

No e-book que falamos acima, inserimos um manual com instruções de como seguir as normas da ANVISA e não ter problemas com isso – nem com clientes, nem com possíveis fiscalizações.

>>Clique aqui para acessar o E-book “Como Abrir uma Lanchonete de Sucesso”<<

 

2. Abrir sem Nenhum Planejamento

Apesar de ser uma prática bastante comum, é um grande erro para quem deseja abrir um negócio.

Existem muitas pessoas que resolvem investir tempo e dinheiro em um projeto e “ver o que dá”.

Vamos direto ao ponto: Dá pra ter uma lanchonete de sucesso sem fazer nenhum tipo de planejamento? E a resposta é SIM, é possível

No entanto, o risco de não obter retorno e ter prejuízo é muito alto, pois não tem como administrar bem o negócio sem entender como funciona tudo, e onde fica o que.

Por isso, recomendamos que sempre seja feito um planejamento bem estruturado, e então as chances de sucesso serão muito maiores.

 

3. Não Treinar os Funcionários

Funcionários Lanchonete

Muitos donos de lanchonete acreditam que bastam contratar alguém para cozinhar e atender os clientes e o resto se fará sozinho. E é aí que perdem muitos clientes:

Hoje, o cliente está mais exigente e dará prioridade aos lugares nos quais se sente melhor atendido. E, mesmo que o seu funcionário seja esforçado, ele precisa de orientações para fazer um bom trabalho na sua lanchonete.

Portanto, um funcionário que seja treinado para atender da melhor forma, assim como um que entenda como fazer os pratos da maneira correta, são diferenciais importantíssimos, que lhe darão uma grande vantagem frente à concorrência.

Procure treinar seus funcionários para que saibam atender de forma ágil e educada, e seus clientes sempre se lembrarão do seu estabelecimento e retornarão satisfeitos.

No e-book que disponibilizamos, fornecemos um método para que você possa estabelecer um padrão de qualidade na sua lanchonete, tanto para os produtos que serão feitos na cozinha, quanto no atendimento.

>>Clique aqui para acessar o E-book “Como Abrir uma Lanchonete de Sucesso”<<

 

4. Vender fiado

Lanchonete Cobrança

Ao montar uma lanchonete, muitas pessoas resolvem “anotar no caderninho” e deixar para o cliente pagar depois.

O problema, infelizmente, é que é muito comum que os clientes acabem não pagando depois, e o estabelecimento fique no prejuízo.

Hoje em dia, não há motivo para trabalhar dessa forma.

Ao abrir seu negócio, tenha uma máquina que aceite cartões de diversas bandeiras, e procure guardar moedas e notas de menor valor para garantir que sempre tenha troco para o cliente na sua lanchonete.

 

Conclusão

Montar uma lanchonete em 2016 pode ser um excelente negócio quando administrado de maneira correta. Ao fazer um bom planejamento e cuidar dos detalhes, as chances de ter um estabelecimento bem-sucedido são grandes.

Mesmo sendo um mercado concorrido, ainda há espaço para novos empreendedores que queiram trabalhar nesse ramo.

E aí, gostou das informações? Não deixe de conferir nosso livro digital e ter acesso ao material completo:

>>Clique aqui para acessar o E-book “Como Abrir uma Lanchonete de Sucesso”<<

 

Desejamos a você muito sucesso na sua jornada, e esperamos que tenha gostado do artigo.

Não deixe de dar sua opinião na caixa de comentários! 😉

 

 

 

[nome]
[nome]
[email]
[email]
[submit]
[submit]
[submit]
[submit]
[formId]
[formId]
[return]
[return]
[formName]
[formName]