7 técnicas de vendas que o farão vender mais em 2018

Muitas vezes as pessoas não se dão conta disso, mas a atividade de vendas e atendimento, apesar de muito focada na intuição e no relacionamento, deve ser pautada por uma série de técnicas e boas práticas que realmente funcionem.

Você precisa ter as melhores técnicas de vendas em sua manga para conseguir atender sua cota de vendas. A cada dia que passa, a equipe comercial ganha mais desafios para atender às expectativas do cliente e tirar o máximo proveito do seu funil de vendas.

Algumas mudanças simples podem fazer você vender mais. Desde o momento em que você gera um lead até o momento em que você fechou sua venda, você precisa ser rigoroso sobre seus processos de vendas.

As técnicas de fechamento de vendas criam confiança e quebram barreiras para você. Mas elas não são intuitivas. Você precisa conhecê-las em primeiro lugar e praticá-las.

O princípio das técnicas de vendas: seja sistemático ao gerar leads

Antes de tudo, é preciso que você compreenda o significado das seguintes palavras:

  • Suspect: alguém que possa se tornar, possivelmente e futuramente, um comprador da marca. Ou seja, é uma oportunidade de negócio que ainda precisa amadurecer e passar por outras etapas do funil de vendas para que possa amadurecer e se tornar, de fato, uma oportunidade para o time de vendas.
  • Prospect: quando percebe-se que o suspect possui características que o qualificam entre o público-alvo de suas ações de marketing de conteúdo, como entendimento da necessidade do seu produto ou serviço, disponibilidade financeira e capacidade para tomada de decisões, é o momento de prospectá-lo.
  • Lead: pode ser compreendido como uma qualificação básica para determinado contato entrar no radar de uma empresa. Para isso, basta que se tenha o endereço de email do contato para torná-lo um lead, de modo que o suspect e o prospect também são leads. No entanto, é preciso segmentar estes contatos para que seja possível definir qual o estágio de maturidade do contato e considerar projetá-lo, ou não, como oportunidade de negócio para o time de vendas.

É muito importante pensar nos negócios futuros e o primeiro passo é garantir que sua empresa gere sistematicamente leads suficientes para manter uma frequência nas vendas.

Defina metas específicas para o número de prospects que deseja no seu funil de vendas.

Planeje o número de compromissos que você pretende garantir com potenciais clientes todas as semanas para atingir esses objetivos.

Use o resto do tempo para lidar com seus projetos de vendas em andamento.

Gerar leads não é necessariamente a parte mais fácil do seu trabalho, mas é uma necessidade se você deseja gerar vendas consistentes.

Conheça o seu ciclo de vendas

O tipo de negócio em que você estará determinará o seu ciclo de vendas, que é o tempo que decorre entre uma reunião inicial com um cliente em potencial e o fechamento de um acordo. Isso pode variar muito de uma empresa para outra. No entanto, você precisa entender exatamente quanto tempo leva em média, medido em dias, semanas ou meses.

 

Para calcular o comprimento do seu ciclo de vendas:

  1. Faça uma lista das suas 20 vendas fechadas mais recentes
  2. Anote quanto tempo cada um tomou
  3. Calcule a média

Conheça seus números

Toda empresa precisa de um número mínimo de prospects para manter as vendas. Observe o número de transações fechadas que você quer todos os meses, bem como o ciclo médio de vendas. Você também deve saber qual a proporção de quantos prospects contactados fecharam negócio. Esses números irão ajudá-lo a definir metas para sua empresa.

Exemplo:

Calcule o mínimo viável de vendas que você pode fazer em um mês. Para isso, talvez seja necessário contratar um contador.

Digamos que seu negócio precisa vender três itens por mês.

Digamos também que, em média, leva quatro meses desde o primeiro contato com um cliente para fechar uma venda.

1 dos 4 prospects contactados pela equipe de vendas eventualmente compra, o que significa que você possui uma proporção próxima de 25%.

3 itens x 4 meses / 25% = 48

Nesse cenário, enquanto você mantiver 48 leads ativos em qualquer momento, você pode ter certeza de que você fechará três transações por mês. É simples assim. Se você decidir aumentar seu resultado mensal para quatro transações fechadas, então você precisará manter uma lista de 64 clientes ativos e assim por diante.

Tendo esse conhecimento, empresários podem estabelecer metas específicas e mensuráveis para seus vendedores.

Dê ouvidos aos prospects

De acordo com Mark Roberge, vice-presidente de vendas e serviços da HubSpot, “Você sabe que está executando uma equipe de vendas moderna quando vender se parece mais com a relação entre um médico e um paciente e menos com a relação entre um vendedor e um prospect”.

O que ele quis dizer c

om isso? É que, para sermos vendedores eficazes, precisamos ouvir seus clientes potenciais. É importante que, como vendedor, você se preocupe com seu potencial cliente. Isso ajudará a construir confiança e a fechar negócios.

Concentre-se nos benefícios

Com que frequência você recebe um telefonema de um vendedor e tudo o que eles falam são os novos recursos do produto que eles estão oferecendo? Você escuta educadamente, mas pensa “Sim, mas como isso me ajuda?”.

A verdade é que os recursos não o ajudam. Pelo menos da forma como eles são geralmente posicionados pelas vendas. O que você realmente quer saber é: “Como o que você está vendendo vai resolver o meu problema?”. Essencialmente, você quer saber como você vai se beneficiar.

Como vendedor, essa diferenciação é fundamental. Em vez de se concentrar nos recursos da sua solução, pense em como esses recursos podem beneficiar seu prospect. Quando você conversa sobre os benefícios, será muito mais fácil convencê-los de que o produto pode efetivamente resolver suas necessidades.

Use sua equipe de marketing como técnica de fechamento de vendas

Não podemos dizer o suficiente, mas marketing e vendas precisam estar trabalhando juntos, como um time integrado dentre todas as ferramentas e técnicas de fechamento de vendas. Há tanto que esses dois departamentos podem aprender uns com os outros que podem ajudar a organização a alcançar seu principal objetivo de gerar mais receita.

No lado das vendas, use sua equipe de marketing para sua vantagem. Fale com eles sobre o que seus clientes estão dizendo – eles estão respondendo bem a um conteúdo? Eles não gostaram do webinário em que participaram? Compartilhe essas ideias com sua equipe de marketing para que eles possam continuar a alimentar suas lideranças de qualidade superior e superior.

Você também deseja compartilhar seus relatórios com a equipe de marketing. Transparência total irá ajudá-lo a ser mais eficaz. O marketing é responsável pela entrega de leads. Então, se você pode mostrar-lhes quais tipos de leads estão fechando, ou quanto tempo você está levando você a fechar uma venda, porque as ligações não estão prontas para falar com alguém, então eles são capazes de mudar suas campanhas de marketing para explicar isso. Use-os como um aliado, não como um inimigo como fazem tantas empresas. Nós prometemos que você verá os retornos.

Demonstrações no local

Uma demonstração no local é a abordagem ideal para a venda de software ou equipamentos complexos. Pode ser um desafio gerenciar a logística dessa demo, mas vale a pena. Comprometer-se a uma visita no local mostra as suas perspectivas três coisas:

  • Você não tem nada a esconder, pois está mostrando seu produto em ação, face a face;
  • Você está pensando seriamente sobre exatamente como seu produto pode agregar valor para um cliente;
  • Você está comprometido em fazer o que é necessário para fazer um acordo – incluindo suporte pós-venda.

Tais técnicas de vendas geralmente requerem coordenação de vários membros da equipe – incluindo engenheiros de vendas e outros. Todo esse esforço extra tem o efeito de provar que sua empresa está realmente equipada para oferecer um alto nível de serviço.

Também dá ao seu lead a oportunidade de fazer algum trabalho por você: ele ou ela pode começar a imaginar como sua solução se encaixará no atual clima de negócios. É fácil para a liderança começar a pensar em termos de justificar a decisão – uma vez que os locais tomam tempo para planejar e agendar.

As probabilidades são boas de que um cliente potencial não passará por mais de dois ou talvez três sites, e quererá que estejam fora do caminho o mais rápido possível. Fazer uma forte impressão pode significar que qualquer concorrente será deixado para trás, de modo que um acordo de vendas pode entrar mais rápido.

Agora é sua vez. Há algo que perdemos? Compartilhe suas dúvidas nos comentários e nos deixe conhecer suas técnicas de vendas também!

10 Estratégias de Vendas Vencedoras para aplicar em qualquer tipo de empresa

Você sabe o que é uma estratégia de vendas? A estratégia de vendas é um plano criado por uma empresa ou indivíduo especializado com metas de aumentar os lucros sobre as vendas de produtos e serviços. Imagine um soldado indo para uma guerra sem uma estratégia de combate, de modo real, é o mesmo que acontece quando uma empresa não possui estratégia de vendas.

E aí, imaginou? Certamente, ele não obterá bons resultados nesta guerra, podendo até morrer. Da mesma maneira acontece com o vendedor ou empresa que não tem uma estratégia de vendas. Dificilmente obterá grandes resultados sem possuir uma estratégia de vendas, e poderá fracassar logo no início.

A forma como os consumidores tomam decisões de fazer compras está em constante mudança, e por isso é importante você reavaliar continuamente a sua estratégia de vendas no seu negócio e definir o que não funciona mais, o que ainda funciona e os próximos passos.

Quando falamos de vendas diretas então, é tudo muito delicado. É necessário que a estratégia de vendas seja bem elaborada, para  encontrar o equilíbrio perfeito entre ser persuasivo, mas não arrogante ou irritante.

Além disso, a concorrência e a alta competitividade dos mercados hoje desafia continuamente nossos objetivos de crescimento. Isso requer um planejamento cuidadoso, mas com uma sólida estratégia de vendas, você pode entrar no jogo com a certeza de resultados mais consistentes e negócios fechados.

Vamos mostrar agora 10 Estratégias de Vendas Vencedoras para qualquer mercado!

Vamos lá:

#1 – DEFINA SEU MERCADO-ALVO

Conhecer seu cliente é fundamental para ter sucesso na estratégia de vendas. Saiba que você não vai fazer negócios com todas as pessoas que existem. As pessoas não são iguais, e usar a mesma abordagem com todas simplesmente não vai funcionar. Depois de ter o mercado definido, crie uma lista de possíveis clientes. Mapeie idade, sexo, interesses, tudo o que conseguir. Esta lista deve ser grande o suficiente para dar-lhe a oportunidade de realmente se aprofundar e repetir o processo algumas vezes. Assim que tiver entendido o perfil dos seus clientes, defina a melhor forma de tratamento para cada um deles.

Atenção: Se o seu mercado-alvo é muito pequeno, as chances de sucesso diminuem. Você pode ter que mesclar dois mercados-alvo semelhantes, a fim de aumentar a sua base de clientes e obter maior probabilidade de venda.

Estratégias de vendas diferem em alguns aspectos dependendo da indústria na qual atua, mas não importa o que você vende, precisará determinar o mercado-alvo. Por exemplo, não faria sentido para uma empresa que vende bonecas investir em uma estratégia de venda de produtos em revistas de moda masculina.

Identificar um mercado vai além do óbvio. Coisas como os hábitos de localização, gastos de potenciais clientes, onde frequentam, nível de escolaridade, também devem ser estabelecidas para que a estratégia de vendas seja realizada.

#2 – DEFINA MÉTODOS

Todas as empresas devem determinar como proceder para vender e promover os seus produtos ao desenvolver uma estratégia de vendas. Você precisa definir quais serão seus principais métodos para essa etapa.

Como você entrará em contato com os seus clientes? Será através de e-mail? Por telefone, ou através do envio de correspondências postais? Melhor ainda: Qual o melhor meio de entrar em contato com cada tipo de cliente¿

Se tiver dificuldade, experimente fazer uma lista de todas as abordagens possíveis. Se quiser avançar ainda mais, elabore um fluxograma. Lembre-se de deixar tudo bem organizado e de fácil entendimento. Os métodos devem servir para facilitar, e não dificultar.

Muitas empresas usam todos esses métodos e muito mais em sua busca para encontrar um potencial cliente face-a-face e criar um relacionamento com ele. Quando essa relação é bem estabelecida, as chances de fidelizar o cliente são muito maiores.

#3 – ANALISE O SEU TERRITÓRIO

Qual é o mercado ou território em que seus esforços em estratégia de vendas irão cobrir? Em sua estratégia de vendas, você deve definir o seu mercado geograficamente para começar.

Pode ser um mercado com atuação apenas em um ou mais bairros, pode ser na cidade inteira, ou até mesmo em todo o território nacional.

O importante é você ter em mente onde seus esforços devem se focar. Note que nem sempre definir uma grande área fará com que seus negócios vendam mais. Às vezes, definir locais mais específicos farão com que sua venda seja muito mais voltada para o cliente, aumentando assim as chances de sucesso.

#4 – CRIE UM SENSO DE URGÊNCIA

Definir um prazo para fechar o negócio, dará ao cliente um incentivo para efetuar uma ação. Quer se trate de um desconto ou algo livre, faça o cliente sentir que as vantagens que você oferece não estarão disponíveis a qualquer tempo.

Isso não significa apressar o cliente nem fazer “terrorismo” para que compre logo, significa simplesmente tentar dar-lhe um pouco de razão extra para tomar a decisão, mostrando que o seu produto ou serviço é a escolha certa para ele naquele momento.

Sempre existirão emoções de ambos os lados em uma venda, e às vezes basta um sentimento de urgência para fechar o negócio.

#5 – SUPERE OBJEÇÕES

Prepare a apresentação de vendas para enfrentar e superar possíveis objeções que podem acontecer em relação ao seu negócio. Se algo te pega de surpresa, você pode precisar de algum tempo para pensar em uma solução e, nesse tempo, acabar perdendo a confiança do cliente.

Para que a estratégia de vendas seja bem formulada, recomendamos sentar junto com sua equipe de vendas e pedir para que cada vendedor levante objeções que poderiam acontecer em relação ao produto ou serviço. Dê o seu discurso de vendas e peça a eles para fazer o mesmo. Juntos, levantem argumentos para cada uma das objeções levantadas e aproveitem o momento para pedir melhorias na apresentação também. Peça a todos para serem criativos e honestos.

Tendo um esboço de problemas previstos e uma análise ponderada dos riscos e objeções, você poderá reduzir a resistência de alguns clientes. É importante lembrar de manter o equilíbrio entre superar objeções e ser insistente demais. Cuidado para não forçar a liberdade do cliente.

*Acesse o nosso artigo sobre técnicas de vendas http://ideias.me/tecnicas-de-vendas/ para se profundar neste assunto.

#6 – CONHEÇA A SUA CONCORRÊNCIA

Faça sua pesquisa e certifique-se de encontrar algo relevante que a concorrência não está fazendo. Muitas vezes, este é o maior ponto de venda que você poderá obter, e isso não deve ser ignorado na hora da negociação.

Qualquer estratégia de boas vendas é construída com a competição em mente. Uma dica legal é saber o que funciona para a concorrência e melhorá-la através da oferta de um produto similar a preços mais baixos ou comercialização de um produto semelhante, porém melhor e muito mais relevante. Independente do que for, você precisa encontrar onde seu produto é mais vantajoso para o cliente, e precisa ser algo de valor.

Determine o que separa o seu produto da concorrência. Para conseguir vender a seus clientes, seus representantes de vendas precisam saber por que os clientes devem comprar de você, qual a principal diferenciação do produto.

Desenvolva uma mensagem de vendas que enfatiza os benefícios de seu produto em relação à concorrência e ofereça um argumento convincente explicando por que seu produto é melhor e deve ser o único que seus clientes devem escolher.

#7 – ANALISE AS TENDÊNCIAS DO MERCADO

Ocasionalmente, os produtos saem de moda e precisam ser atualizados ou substituídos. Em outros casos, a economia vai determinar o quanto o consumidor está disposto a gastar em um determinado produto.

Entender esses tipos de tendências é um grande fator no desenvolvimento de uma estratégia de vendas. A melhor estratégia de vendas é se preparar com antecedência para quando os produtos se tornarem menos populares ou quando os mercados estiverem favoráveis.

Estude sempre essas tendências, use uma estratégia mais agressiva para quando seu produto estiver no topo para assim conseguir o maior retorno possível. Quando o mercado estiver desfavorável, busque maneiras de diferenciar a venda ou oferecer algo a mais que agregue valor para o cliente, e faça-o perceber que ainda vale a pena investir na sua oferta.

O mercado está sempre se renovando, e pode ser que você tenha um período de baixa até a empresa lançar novos produtos. Por isso, sempre tenha algumas cartas na manga pra agir rápido e se manter na frente da concorrência.

#8 – CRIE METAS DE VENDAS

Na estratégia de vendas, as metas devem ser específicas e mensuráveis, e não algo inalcançável.

Metas desafiadoras, difíceis, mas que estão na medida do possível irão motivar a equipe de vendas a alcança-la. No entanto, metas fora da realidade farão com que seus vendedores simplesmente desistam de alcança-la antes mesmo de tentar.

Baseie-se sobre a natureza de seu produto e tente dividi-los em partes gerenciáveis para ter uma noção melhor de como medir e encontrar os melhores limites.

Por exemplo, defina uma meta de vender 50 unidades em 30 dias para os usuários finais e vender 100 unidades para os varejistas locais em seis meses.

Lembre-se também de ligar todas essas metas a um objetivo maior, incentive a equipe a atingi-lo como um todo. Por exemplo: Fazer a maior venda total da história da empresa. Objetivos grandes fazem com que todos vejam uma motivação maior para trabalhar em equipe e ajudar uns aos outros.

#9 – ATIVIDADES DE VENDAS

A próxima etapa da estratégia de vendas, consiste em como você pretende fazer a venda.  Você pode dizer que você vai vender direto ao consumidor através de um website ou através de amostras, por exemplo.

Ou esta parte do plano pode incluir atividades como o desenvolvimento de uma folha de pagamento para enviar para as lojas de varejo independentes.

Apesar de parecida com a dica do contato, existem diferença substanciais nessa estratégia. Aqui, falamos sobre tudo que engloba a abordagem ao seu cliente, com materiais tangíveis e intangíveis. É importante você ter esse material bem preparado e saber exatamente o que fará com ele quando chegar no cliente.

#10 – FAÇA PROSPECÇÃO

Inicie o processo de prospecção do território de vendas para encontrar clientes interessados. Tente alcançar todo o seu público-alvo para determinar quem está interessado em seu produto. Pode ser um envio em massa através de correio normal, um e-mail em massa, ou anúncios em publicações locais.

O importante é contatar o cliente. Como você já tem o público-alvo definido, faça uma prospecção segmentada para fazer com que seu investimento seja ainda mais eficiente.

Nessas prospecções, procure coletar o máximo possível de informações do seu cliente que possam, de alguma forma, serem relacionadas com o seu produto. Dessa forma, você pode classificá-los por mais ou menos interessados e atuar com diferentes formas de abordagem para aumentar a sua taxa de sucesso.

Note que hoje, a abordagem de venda está cada vez mais personalizada. Na estratégia de vendas, conseguir chegar ao ponto de conhecer cada cliente te dá uma vantagem competitiva excelente à frente da concorrência.

DICA BÔNUS:

Um cliente sente se você está sendo sincero durante o processo de venda. Seja pela expressão corporal ou com uma palavra ou outra, de alguma forma ele tem consciência disso. Em outras palavras, é importante transmitir ao cliente que você se preocupa com ele e não apenas com o negócio.

Tudo muito calculado pode afastar as pessoas. No entanto, lembre-se que não há nada de errado em estar preparado. Não há problema em aparecer como se estivesse pronto para cada pergunta que vem à sua maneira, simplesmente não aja como se você não se preocupasse com os interesses do cliente. Lembre-se que uma venda não é algo mecânico, com scripts corretos e previsíveis.

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

plano estratégico de vendas é um documento extremamente importante, que merece muito tempo e energia para se desenvolver. Ele deve ser ajustado conforme a sua empresa evolui, novos produtos ou serviços são introduzidos ou com as mudanças do mercado.

Acompanhe as taxas de sucesso das campanhas de prospecção e dos contatos frios realizados. A organização é um fator importante para o sucesso em qualquer setor e nas vendas não é diferente.

Mantenha um histórico, sempre documente tudo, anote o que deu mais resultado e o que não funcionou e adapte suas estratégias ao seu mercado. Isso fará com que as tendências de mercado fiquem ainda mais claras no momento de aprofundar na análise sobre as melhores estratégias a serem utilizadas.

E aí, gostou das dicas de estratégia de vendas? Compartilhe nas redes sociais, talvez um de seus amigos possa gostar também. Dê a sua opinião aqui no blog. Sua opinião é muito importante para nós.

Um grande abraço e até o próximo post!

PS: Leia também outros artigos sobre venda:

http://ideias.me/como-fazer-doces-para-vender/

http://ideias.me/o-que-vender-na-internet-para-ganhar-dinheiro/

http://ideias.me/brigadeiro-para-vender/

Como fazer bombons para vender: Método para gerar R$1000/mês

Outro uma análise do IBOPE realizada em 2011, o compra de chocolate no Brasil cresce 11% ao ano. Este é um datado bastante relevante, porque revela que o supermercado de chocolate no Brasil está em ampla ampliação, gerando várias possibilidades de coisa para aquelas indivíduos que querem passar a ter bufunfa vendendo mercadorias feitos com chocolate.

Você similarmente pode servir este aumento do supermercado de chocolate no Brasil e passar a ter bastante bufunfa fabricando trufas e demais chocolates artesanais no agasalho de lhe decenário.

Para te auxiliar, consciência separei algumas receitas de bombons para vender e outras delícias que consciência coloquei cá. São receitas bastante fáceis e econômicas! Nas receitas consciência explico desidratado a desidratado como produzir os mercadorias, até mesmo, têm diversas fotos, o que diferença as receitas de novo menos difíceis.

No momento em que o argumento é chocolate, é um imprecisão cautela que as possibilidades há só para as famosos firmas, na realidade, elas há similarmente para aquelas indivíduos que produzem em jovem grandeza, porque quem gera em jovem grandeza têm condições de responder aquelas ações de dispêndio que não são atendidas pelas famosos indústrias.

Como fazer bombons recheados para vender

Você pode passar a ter bastante bufunfa fazendo e vendendo trufas, bombons e demais mercadorias feitos com chocolate, todavia, você necessita descobrir a formar isto do modo certo. Para universalidade na suporte necessitamos de quitação. O quitação nos ajuda a formar as bens com sabedoria e do modo certo, então, ele é primordial.

Para possuir um tráfico de lance fabricando e vendendo mercadorias feitos com chocolate você necessita descobrir a se falecer da concurso. No momento em que você se destaca, você alcança passar a ter supermercado, e portanto principia a passar a ter bastante mais bufunfa.

Mas apenas se falecer de nada adianta, é bem-acabado similarmente descobrir a atingir o supermercado, a adaptar-se os gostos dos consumidores, descobrir a traçar técnicas de mercadologia, descobrir a conduzir receitas e despesas. Isto favorece bastante o lance do seu tráfico. Inicialmente pode fachada difícil, não obstante, não é bastante complicado descobrir universalidade isto, a começar de que você conte com as conhecimentos corretas.

Trouxemos aqui algumas dicas rápidas de como vender bombons que você pode aplicar em qualquer local onde frequenta sempre e está ao encontro de pessoas que adoram você e que possam até vir a comprar seus bombons. Uma ótima dica é de vender bombons na faculdade para começar a gerar renda extra! A faculdade é um lugar ideal onde você pode vender não só para os seus colegas de curso mas você pode se tornar famosa por vender para todos os cursos do seu turno!

Qualquer outra dúvida sobre o tema não deixe de mandar uma mensagem para nossa equipe! Teremos o prazer de te dar mais dicas de receitas de bombons para vender !

Sanduíche natural para vender da lucro? Saiba aqui

Sanduíche natural para vender da lucro? Saiba aqui

Sanduíche natural para vender é uma excelente alternativa para quem pretende abrir um negócio próprio ou quer tirar uma renda extra no fim do mês.

Veja também: Oportunidade de Franquia Digital permite empresários a terem seu próprio Netflix

O setor de alimentação é uma das áreas sempre possui demanda, possibilitando o desenvolvimento e lucro de novos negócios pois ninguém consegue ficar sem se alimentar por muito tempo.

Com relação a este assunto, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o faturamento nacional dos negócios inseridos neste ramo no ano de 2010 foi de R$330,9 bilhões e este valor vem crescendo cada vez mais nos anos seguintes a este.

De forma mais detalhada, um dos ramos da área de alimentação que conta com uma evolução constante se refere ao hábito de comer fora de casa, o qual corresponde nos dias atuais a aproximadamente 35% dos rastos mensais dos brasileiros.

As expectativas da associação indicam que até 2020 a quantidade de refeições feitas na rua passará de uma para duas, sendo o almoço a principal opção, seguida de perto por refeições mais leves como café da manhã e lanches ocasionais.

Em virtude desse grande mercado consumidor surgem a cada dia novos negócios voltados para a área de alimentação com produtos prontos, como é o caso dos lanches, podendo, para isso, serem escolhidas modalidades variadas como franquias ou ainda um negócio feito em casa.

Características do negócio de vender sanduíche natural

De maneira geral, é possível escolher nas ruas das cidades brasileiras uma grande variedade de lanches e produtos prontos para a alimentação como doces, salgados, hamburgers e sanduíches com formulações variadas.

Uma das modalidades inseridas no ramo de lanches consiste no sanduíche natural, que ganham a cada dia que passa mais benefícios e qualidades porque oferecem a funcionalidade de um alimento já terminado para quem está com fome e se encontra longe de casa ou sem tempo para cozinhar.

Além disso, consiste em uma fonte de alimentação saudável com produtos selecionados, mais leves que ajudam na manutenção do peso e da saúde de quem comer.

E por isso a escolha de vender sanduíche natural é uma interessante e lucrativa opção de negócio para quem deseja investir no ramo de alimentação e fast food oferecendo facilidade, funcionalidade e saúde de maneira conjunta.

Sanduíche natural para vender fazendo em casa

Apesar desta possibilidade de se inserir no mercado de vender sanduíche natural muitas vezes a escolha de uma franquia não é adequada para quem está iniciando devido ao elevado custo do investimento a ser gasto para isso e em virtude desta questão muitas pessoas resolvem começar em casa este empreendimento.

Os sanduíches naturais são bem populares podendo, neste caso, serem vendidos em uma grande variedade de locais como nas praias, nas ruas, escolas, universidades, bares, restaurantes, lanchonetes, hospitais e empresas.

Por isso, o empreendedor que deseja ganhar um bom dinheiro com este tipo de negócio sem ter que gastar muito pode iniciar suas atividades trabalhando em casa na criação dos sanduíches para, em seguida, vender nos mais diversos lugares mostrados os produtos feitos.

Para obter este objetivo a primeira medida consiste em buscar legalizar o negócio a ser criado por meio do Portal do Empreendedor oferecido pelo governo federal como um MicroEmpreendedor Individual (MEI)o qual conta com custos bem baixos como:

R$31,10 mensais para contribuição do INSS;
R$5,00 para pagamento de parcela do imposto referente aos prestadores de serviços;
R$1,00 para pagamento imposto referente ao comércio e indústria
Esse tipo de registro é indicado para quem vai ter rendimentos com a empresa a ser aberta de até R$36.000 anuais, exigindo ainda para a sua concessão que o responsável pelo negócio criado não tenha participação em nenhum outro tipo de empresa e ainda que não possua empregados contratados que recebam o salário mínimo ou piso da categoria.

O segundo passo para conseguir criar com sucesso um empreendimento deste ramo consiste em fazer uma boa pesquisa para identificar na área ou região da cidade escolhida os seus possíveis clientes como pessoas que vão à praia, ao parque caminhar, ou pessoas jurídicas.

Essa fase precisa contar com uma grande atenção do empresário, o qual deve buscar o maior número possível de informações para organizar de maneira adequada o novo negócio de vender sanduíche natural, para ter como consequência o sucesso e bons lucros.

Como Fazer Doces para Vender e Lucrar mais de 150%!

Como Fazer Doces para Vender e Lucrar mais de 150%!

Em busca de dicas práticas de como fazer doces para vender?

Hoje, vamos dar 6 dicas especiais para você que está pensando em ingressar no mercado de venda de doces gourmet, e também falar sobre porque esse pode ser um ótimo negócio para conseguir uma renda extra e como aproveitar essa oportunidade.

Nas linhas abaixo, além das dicas, separamos também algumas receitas que você poderá fazer em casa para começar.

Mas antes disso, vamos falar sobre um método importante sobre a venda de doces:

Você sabia que dá pra vender doces com uma margem de lucro superior a 150%?

Pois é! Fazer doces para vender, ter sua produção própria e investir nisso é um negócio que pode trazer muito lucro com relativa facilidade – isso porque, diferente de outros mercados, a rentabilidade deste tipo de negócio é muito alta.

Se você ainda não conseguiu pensar em números, saiba que tem muita gente que já fatura alto – de R$ 2 mil a R$ 5 mil por mês, até mais – com a venda de doces e ainda por cima conseguiu abrir o próprio negócio!

Neste curso, explicamos qual o método, que hoje já é utilizado por diversos profissionais, para que você também consiga alta rentabilidade e um excelente faturamento por mês!

Se você ainda assim tem dúvidas, conheça algumas histórias inspiradoras de quem resolveu investir nesse negócio:

ex estudante de medicina fatura

Link da Reportagem: Aqui

caso de sucesso

Link da Reportagem: Aqui

E aí, gostou das histórias? Bastante inspiradoras, não é mesmo? ?

Se você também se inspirou, aqui vão nossas dicas pra você iniciar no negócio de doces para vender:

1 – DEFINA QUAIS DOCES VOCÊ IRÁ VENDER

Ao sair para vender doces, uma das primeiras coisas que você deverá fazer é definir quais doces você venderá no começo.

Recomendamos escolher doces de preparação simples, custo baixo e que já sejam populares. Fazer doces de grande sucesso como brigadeiros e trufas simples banhadas com chocolate e são boas escolhas para iniciar o seu negócio.

Isso porque não é difícil encontrar quem gosta desses doces, o que fará com que você tenha mais facilidade para vender.

Mais um detalhe: Assim que definir quais serão os doces que você venderá primeiro, sempre os tenha disponíveis para seus clientes. Dessa forma, as pessoas sempre lembrarão de você e perguntarão sobre.

 

2- SEJA CRIATIVO E NÃO TENHA MEDO DE TESTAR NOVAS IDEIAS

Inove ao fazer doces para vender. Uma das coisas boas de se trabalhar com doces finos é que existem inúmeras possibilidades de fazer diferente.

A parte bacana é que, ao fazer diferente e investir em novas receitas e sabores, você conseguirá se destacar da concorrência. Além disso, todo mundo gosta de novidade.

Então, quando for fazer seus doces, não tenha medo de inovar e oferecer itens diferentes. Muita gente está disposta a experimentar algo novo, ainda mais se for delicioso.

Uma boa ideia nesses casos é oferecer pequenas amostras de suas novas criações, assim as pessoas ficam conhecendo e podem te falar na mesma hora o que acharam do docinho.

No nosso E-book, damos várias ideias de receitas, decoração e embalagens que você poderá utilizar passo-a-passo, e assim oferecer tudo isso aos seus clientes, para acessá-lo, basta clicar aqui.

3 – DÊ UM TOQUE ESPECIAL NA APRESENTAÇÃO DOS DOCES

Mesmo o mais simples dos docinhos, como por exemplo um um brigadeiro, precisa ser muito bem apresentado, afinal a gente começa comendo com os olhos. Até um brigadeiro, se estiver de qualquer jeito, não chama atenção. Mas se estiver bem caprichado na apresentação, com um granulado diferente e uma embalagem distinta, isso dará a ele outro valor aos olhos do cliente.

Não adianta ter um doce muito bom, que seja o melhor do mundo, se ele é apresentado de qualquer jeito, sem nenhum formato bacana e nenhuma decoração, não é mesmo?

Então, não deixe de investir na embalagem e na apresentação dos seus doces.

Isso fará toda a diferença para os seus clientes. Nesse livro aqui, nós demos várias ideias de embalagens e também oferecemos, de bônus, alguns layouts de caixas que você poderá imprimir em casa e rechear de doces.

Dessa forma, você também poderá vender os doces aos seus clientes como verdadeiros presentes.

4 – ESCOLHA BONS INGREDIENTES

Um dos maiores erros cometidos por pessoas que começam a fazer doces é escolher os ingredientes mais baratos disponíveis no mercado para economizar nos custos.

O problema é que, ao fazer isso, nem sempre são ingredientes de qualidade. E não tem jeito, quando os ingredientes não são bons, não tem como a receita final se tornar espetacular.

Vamos com calma aqui: Não estamos falando para você comprar os produtos mais caros do mercado também, mas será preciso conhecê-los e saber diferenciar uma coisa da outra.

Aliás, você sabia que existem alguns tipos de “chocolate” que nem podem ser chamados de chocolate?

Isso porque possuem tanta gordura hidrogenada (artificial) que, por lei, não entram nessa classificação. Ou seja, é um produto que acaba virando um bolo de gordura quando consumido.

Agora, imagine só o seu cliente: Ao provar seu doce, você acha mesmo que ele não sabe o que está comendo? Acredite: O cliente sente a qualidade na hora que coloca o seu produto na boca.

Por isso é tão importante conhecer a qualidade dos seus produtos e não compra-los somente pelo preço.

No e-book que disponibilizamos, ensinamos a diferença entre os tipos de chocolate e como utilizá-los em cada receita, bem como escolher os ingredientes para as receitas, para acessá-lo cliquei aqui.

5 – INVISTA EM UM CURSO DE QUALIDADE

Um erro muito comum e que faz com que muita gente desista de fazer doces logo no início, é ir fazendo doces em casa sem nenhuma instrução ou estratégia.

Ao fazer isso, a chance de desperdiçar ingredientes e embalagens e acabar “jogando dinheiro fora” é alta. Hoje, é importante ter qualidade em tudo – bolos, brigadeiros, doces.

Por isso, recomendamos que você invista em um curso de qualidade e assim aprenda com pessoas que já tem experiência na área, tiveram muito sucesso e hoje ensinam como trilhar o mesmo caminho!

Nossa equipe desenvolveu um curso detalhado de doces finos, com todas as técnicas necessárias e várias receitas para fazer todos os doces. Além disso, também vem com um manual de vendas completo e mais alguns bônus para que você possa começar a produzir, vender e ter uma renda extra a partir da cozinha da sua casa!

Além disso, este é um curso 100% online, ou seja, você poderá acessar todo o material sem sair do conforto da sua casa.

 

6 – EVOLUA SEMPRE, E FAÇA!

Não se acomode e persista sempre. A produção e venda de doces finos dá trabalho e é para quem tem disposição e vontade de fazer acontecer, e pode sim dar muito dinheiro.

 É muito importante que você tome coragem e comece o quanto antes. Não se paralise pensando que não vai dar certo, que não sabe vender ou então que sente vergonha.

Uma boa ideia pra começar é indo a lugares bastante frequentados na sua cidade. Praças movimentadas, horário de saída nas escolas, hospitais e outros locais de grande fluxo são ideais para começar.

Além disso, procure usar a sua rede como aliada. Informe a seus amigos e familiares que você está vendendo doces finos, aproveite para perguntar a eles seus doces preferidos e se tem sugestões.

Sempre que tiver a oportunidade, ouça seus clientes. Eles podem ter ideias que vão te surpreender.

Com o tempo, você verá que seu trabalho vale muito, e que, como em qualquer profissão, você ficará cada vez melhor nisso e encontrará pessoas que valorizam muito os seus doces, e estarão dispostas a pagar o preço deles.

Se você tem dúvidas de como fazer isso, acesse o material que falamos acima e você receberá o passo-a-passo completo e vários bônus que o acompanham!

 

RECEITAS DE DOCES PARA VENDER

Agora, vamos disponibilizar algumas receitas para que você já tenha um gostinho de como fazer doces para vender.

São receitas de doces para vender selecionadas e que foram desenvolvidas com bastante carinho. São doces ótimos para vender tanto individualmente quanto sob encomenda para grandes festas, onde acompanham o bolo na mesa.

Além dessas receitas, desenvolvemos um e-book com várias outras receitas, mais técnicas de decoração e embalagem explicando como fazer doces para vender e o método para lucrar muito.

Se você quiser acessar, clique no link abaixo:

Quero Conhecer o material completo do Livro “Trufas e Doces Lucrativos – Como ter 150% de Lucro vendendo Trufas e Doces Finos”

 

1.        Camafeu de Nozes

Ingredientes

395g ou 1 lata de leite condensado

150g de nozes trituradas

150g de nozes em pedaços grandes

15g ou 1 colher de sobremesa de manteiga

300g de fondant

Modo de Preparo

Leve ao fogo baixo o leite condensado, as nozes trituradas e a manteiga. Mexa até obter consistência de brigadeiro de enrolar. Deixe esfriar.

Enquanto isso, coloque o fondant em banho maria, até que fique com consistência cremosa. Se necessário, pingue algumas gotas de água.

Pegue a massa de nozes e faça docinhos – podem ser ovais ou redondos. Depois, com a ajuda de um garfinho de banhar, cubra-os completamente com o fondant, decore com alguns pedaços de noz e deixe sobre uma superfície limpa para secar.

Doce Fino - Camafeu de Nozes

 

2.        Beijinho Caramelizado (Bala Baiana)

Ingredientes

Recheio:

395g ou 1 lata de leite condensado

50g de coco ralado sem açúcar

20g ou 1 colher de sopa de margarina

Calda:

1 xícara de chá de açúcar

3 colheres de sopa cheias de vinagre branco

Modo de Preparo

Leve ao fogo baixo o leite condensado, o coco e a manteiga. Mexa até desprender completamente do fundo da panela. Leve à geladeira para esfriar e depois, com as mãos untadas, enrole em bolinhas.

Depois, em outra panela, coloque o açúcar e o vinagre em fogo baixo até o ponto de bala dura.

Então, com o auxílio de um garfo, banhe as bolinhas na calda até ficarem encobertas e deixe secando sobre uma superfície.

Depois, coloque-as nas forminhas ou embale em embalagens de plástico transparente.

Doce Fino Beijinho

 

3.        Docinhos de Damasco

Ingredientes

395g ou 1 lata de leite condensado

25g ou 1 colher de sopa de manteiga

50g de coco ralado sem açúcar

400g de damasco

200g de chocolate meio amargo fracionadoWatch Full Movie Online Streaming and Download

Modo de Preparo

Leve ao fogo o leite condensado, a manteiga e o coco. Mexa até que desgrude completamente da panela. Deixe esfriar.

Depois, corte os damascos ao meio, mas sem chegar até o final. Com os dedos, abra uma cavidade em formato redondo para acomodar o docinho.

Depois, derreta o chocolate e faça a temperagem.

Então, faça bolinhas com o doce de leite condensado e comece a rechear os damascos.

Mergulhe metade do docinho no chocolate e deixe sobre uma superfície para secar. Depois, acomode-os em forminhas.

 

4.   Bombom Fino de cereja com cabo

Ingredientes

20 cerejas em calda com cabo

395g ou 1 lata de leite condensado

10g ou meia colher de chá de margarina

Cobertura:

300g de chocolate ao leite

Aprox. 25g de açúcar de confeiteiro

Modo de Preparo

Coloque o leite condensado e a margarina em uma panela e leve ao fogo sem parar de mexer. Assim que começar a desgrudar da panela, conte 1 minuto, desligue o fogo e deixe esfriar.

Escorra bem a calda das cerejas.

Em uma mão, pegue uma pequena porção do doce da panela, faça uma bolinha e depois abra na mão, como um disquinho. Pegue uma cereja, coloque no meio do disco e feche, enrolando com cuidado e deixando o cabo pra fora. Faça isso com todas as cerejas, uma a uma.

Depois, derreta o chocolate e banhe os doces no chocolate com a ajuda de um garfinho.

Coloque em uma superfície plana (pode ser uma tábua) com papel manteiga em cima e leve à geladeira por cerca de 8 minutos.

Assim que esfriar, posicione os cabinhos para cima e, com a ajuda de uma peneira fina, polvilhe açúcar de confeiteiro.

 

5.   Bombom de maracujá 

Ingredientes

500 gramas de chocolate ao leite

01 caixa de creme de leite

1/3 da lata de leite condensado

01 xícara de gel sabor maracujá

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes, menos o chocolate, até conseguir uma mistura homogênea. Não precisa levar ao fogo.

Então, derreta o chocolate ao leite no banho-maria ou no micro-ondas e aplique um choque térmico.

Depois, com a ajuda de forminhas, faça os bombons.

Decore com risquinhos de chocolate branco.

Esperamos que tenha gostado das receitas!

Caso queira acessar muitas outras receitas e ainda receber o material super completo que desenvolvemos pra você, basta acessar o Livro “Trufas e Doces Lucrativos – Como ter 150% de Lucro Vendendo Trufas e Doces Finos”.

Não deixe de comentar e dar sua opinião na caixa de comentários!

Brigadeiro para vender: Como vender brigadeiros com lucro

Brigadeiro para vender: Como vender brigadeiros com lucro

Que todo mundo gosta de um doce você já sabe – Essa é só a base do que você precisa entender para iniciar suas vendas. Mas não adianta ser qualquer doce.

Vender um doce excelente e tradicional do nosso país influencia na hora do consumidor escolher onde vai investir o dinheiro dele, e o brigadeiro está constantemente listado como um dos preferidos na lista dos brasileiros – não à toa, hoje já existem várias versões do doce, e os consumidores adoram experimentar cada uma delas.

É certo que esta delícia deixou de ser um item presente apenas em festas ou somente algo caseiro para agradar crianças (e marmanjos). Hoje, o brigadeiro se tornou um dos produtos preferidos de toda a população, com presença diária na rotina de muitas pessoas e também, uma importante fonte de renda para aqueles que decidiram começar a ganhar dinheiro vendendo estes bombons.

Aqui, explicamos como, ao aplicar a metodologia certa e somar a isso um pouco de disciplina e força de vontade, você pode alcançar sua estabilidade financeira, realização profissional e liberdade para fazer os seus horários. Melhor ainda: Trabalhando com algo que você gosta, e escolheu pra você!

Se você imediatamente pensou na oportunidade de vender brigadeiro para complementar sua renda, ou mesmo para viver apenas disso, pode ser que esta seja a hora para começar a vender, fazer disso seu negócio e, finalmente, mudar sua vida financeira.

Além disso, também disponibilizaremos, ao final deste artigo, um E-Book GRATUITO com 8 SEGREDOS PARA LUCRAR MAIS COM BRIGADEIRO GOURMET.

Para ter uma ideia de como começar a fazer brigadeiro para vender, fizemos um vídeo já com algumas das melhores receitas para te inspirar 😉

 

3 passos para dominar a arte de como vender brigadeiro

1. CONTROLE TODOS OS SEUS CUSTOS

Antes de saber lucrar, você precisa aprender a controlar seus custos. Procure os principais fornecedores ou supermercados em sua cidade para comprar os ingredientes da receita e tenha tudo na ponta do lápis! Fique atenta a todos os custos, inclusive os “escondidos”. Por exemplo, mesmo que um supermercado tenha ingredientes mais baratos, se ele estiver localizado muito longe de onde você está, pode ser que o custo de transporte até o local acabe com a sua margem de lucro.

Lembre-se de que estoque também é custo, então mantenha o controle do que você já comprou. Ingredientes básicos e de uso diário (exemplo: leite condensado, margarina, manteiga, chocolate em pó, entre outros) não podem faltar quando você estiver na linha de produção, assim como comprar em excesso também pode acabar prejudicando seu caixa – que é, basicamente, seu dinheiro.

Tenha organizado em uma planilha com quanto você investe semanalmente para comprar os ingredientes e até mesmo o quanto de gás está usando para cozinhar os brigadeiros na panela. Todos estes cuidados serão essenciais para o seu negócio, ainda mais ao começar, pois também te ajudarão a definir seu custo e por quanto vender o brigadeiro.

Não se esqueça que para produzir os melhores brigadeiros, você também precisará dos melhores ingredientes! Já listamos alguns no vídeo acima, e é bastante importante definir um padrão de qualidade para seus doces. Nada de aproveitar aquele chocolate em pó do último aniversário do ano anterior, ou simplesmente ir fazendo tudo sem medidas. Ter boas receitas e processos bem definidos ajudará inclusive a fidelizar seus futuros clientes, e garantirá que você sempre tenha boas vendas.

2. INVISTA NA SUA EDUCAÇÃO

Um dos maiores erros que as pessoas cometem quando procuram ganhar dinheiro com a venda de doces é não estudar e ir fazendo tudo de qualquer jeito.

Acredite, se você tiver acesso às técnicas e aos cursos corretos, pode economizar anos da sua carreira e do dinheiro investido.

Investir na sua educação, mesmo para algo que parece “tão simples” como fazer brigadeiros para vender, vai te dar uma grandiosa vantagem sobre seus concorrentes, fará você economizar tempo e dinheiro e seu retorno será muito mais rápido. Afinal, você terá a chance de aprender tudo de forma “mastigada”, sem precisar tentar a sorte ou simplesmente ficar gastando com tentativa e erro. Aliás, isso pode sair muito mais caro do que investir em um bom curso e até mesmo queimar todas as suas chances logo no começo. Esse é o erro da maioria das pessoas: Ao acreditarem que podem fazer tudo sozinhas, acabam trocando os pés pelas mãos e, infelizmente, perdem a chance de acertar o alvo e desanimam quando as coisas não dão certo.

Fazer um curso vai te dar a segurança e a confiança necessárias para abrir seu próprio negócio e se tornar independente, tanto em questão financeira quanto de horário de trabalho – e alcançar a realização profissional. Você poderá aprender com profissionais que já entendem do negócio, e que estarão prontos para tirar suas dúvidas.

Por isso, é importante também saber escolher em que curso vai investir o dinheiro da sua educação. Seja cuidadoso, procure o curso de alguma especialista que tenha resultados comprovados por seus alunos com ótimos depoimentos e garantias. Cursos online são uma ótima opção pois a maioria deles possuem uma política de reembolso, ou seja, se você pagar, entrar no curso e não gostar, pode pedir o dinheiro de volta!

Investir em cursos online de R$100 ou até R$200 poderá agilizar seu grande sonho e te ajudar a trazer retornos incríveis, como no caso da Andressa, que investiu em um curso de qualidade e já teve o retorno do valor investido:

depoimento andressa

 

3. FAÇA UM CURSO DE BRIGADEIROS GOURMET

Para te ajudar a se tornar uma expert quando o assunto é ganhar dinheiro vendendo doces, nossa equipe escreveu uma resenha detalhada do  Curso de Brigadeiros e Beijinhos Gourmets ministrado por Edelzia Foresti, especialista em doces gourmet, e criadora desse curso online super completo, sendo o melhor que existe hoje na nossa opinião. Além disso, ele também conta com diversos depoimentos de alunas e alunos satisfeitos com os resultados e conhecimentos obtidos, que você pode conferir aqui.

Diferente da maioria dos cursos da atualidade, este é o único curso 100% em vídeo, enquanto que os demais são em formato de livro digital, ou seja, são mais parecidos com um livro de receitas, e não podem ser considerados como “curso”.

Clique no botão abaixo para ler a resenha completa do curso de brigadeiros gourmet.

IR PARA RESENHA DO CURSO DE BRIGADEIROS

Vender brigadeiros na rua

Quem trabalha com esta forma de mercadoria muitas vezes possui as ruas como ambiente de venda, e essa é uma das mais perfeitas opções para nivelar-se de modo direto ao seu público, já que você não fica na expectativa de que os clientes te contatem ou vão até você. Você vai até seus clientes, e essa é uma forma poderosa de contato, ainda mais quando falamos em vender brigadeiros.

Atualmente, o que muitos indivíduos fazem para vender brigadeiros nas ruas consiste em levar a produção do dia em uma caixa de plástico ou isopor, e basta oferecer os docinhos finos em locais de intensa circulação de pessoas.

Uma boa orientação para quem não faz ideia de onde vender, é escolher alguns locais e horários específicos de maior circulação de pessoas para estabelecer-se como vendedor e aproveitar para ficar conhecido. Um exemplo disso são as pracinhas, que por vezes ficam em pontos centrais da cidade, ou até mesmo em horário de saída das escolas, quando seu público-alvo estará fortemente presente.

Vender brigadeiros em kits

Outra agradável escolha para vender brigadeiros e conseguir uma clientela fixa é elaborar pequenos presentes e ainda com a opção de temas divertidos. Você pode adquirir caixinhas já decoradas e enchê-las em kits com 6 ou 12 brigadeiros gourmet para vender. Desta maneira, poderá vender mais docinhos de uma vez só e obter mais lucro por venda.

Os kits de brigadeiros gourmet também podem ser vendidos nas ruas, praças e escolas, ou inclusive para qualquer estabelecimento que queira revendê-los, como é o caso de mercados e confeitarias. Até mesmo salões de beleza e diversos outros locais tem optado por oferecer esses docinhos finos aos seus clientes. Assim, você também pode se tornar um fornecedor fixo.

brigadeiro tpm

Trabalhar sob encomenda

Algo que você também pode fazer se quiser ganhar dinheiro de forma ainda mais certa é trabalhar com encomendas. Esta é uma maneira bem prática de garantir o seu trabalho e também fazer sua publicidade para várias pessoas ao mesmo tempo. Para tanto, é importante fazer bastante contatos e ter uma boa estratégia de vendas.

Desta forma, você pode vender diversos docinhos diretamente para empresas ou indivíduos que estão constantemente precisando destas mercadorias fazer um bom acordo. Também é uma excelente opção oferecer seus produtos para festas de aniversários, casamentos, despedidas de solteiros, chá bar e outras comemorações tradicionais.

Afinal, vender brigadeiro dá dinheiro?

A resposta final é sim, e muito! Se você seguir os métodos corretos e ter disciplina e força de vontade, vai se dar muito bem nesse desafio. Não se arrisque em algo que não sabe, busque a experiência e a sabedoria daqueles que já percorreram este caminho com sucesso e estão dispostos a te ensinar como fazer o mesmo! Existem vários casos e depoimentos de pessoas que, vendendo brigadeiros, passaram a adquirir uma renda extra de R$ 2 mil a R$ 5 mil por mês, e assim conquistaram a tão sonhada independência financeira.

E, como prometemos no início do post, aqui vai o E-Book GRATUITO com 8 SEGREDOS PARA LUCRAR MAIS COM BRIGADEIRO GOURMET. Para download, basta clicar na imagem abaixo:

Facebook Post - 8 Segredos Brigadeiros

Espero que tenha gostado deste artigo sobre como fazer brigadeiros para vender!

Se tiver qualquer dúvida ou sugestão, não deixe de publicar seu comentário na nossa seção de comentários logo abaixo.

Até a próxima!

[nome]
[nome]
[email]
[email]
[submit]
[submit]
[submit]
[submit]
[formId]
[formId]
[return]
[return]
[formName]
[formName]