Marketing Digital o que ele pode fazer pelo seu negócio

Marketing Digital o que ele pode fazer pelo seu negócio

Que o marketing digital é poderoso para alavancar os negocios creio que é algo que todo empreendedor  sabe (ou pelo menos deveria saber), mas saber o caminho a ser seguido é só uma parte do processo para alguem que pretende chegar ao destino final.

Assim se alguem sabe que o marketing digital pode mudar o destino de seu negócio e não busca coloca-lo em prática, podemos comparar a uma pessoa que possui um mapa do tesouro e não vai atrás dele, esse empreendedor nunca irá usufruir dos beneficos desta descoberta.

Nos próximos topicos falaremos um pouco sobre as minhas experiencias  com o marketing digital e como ele fez toda a diferença na minha vida como empreendedor.

1- Medo do que não conhecemos

Continuando a comparação que foi feita entre o marketig digital e o mapa do tesouro, quero neste topico falar um pouco sobre o medo que vem tomando conta do empreendedor brasileiro, pois muitos de nós sabemos o que fazer, mas quando precisamos ousar ficamos com medo. Afinal quem nos garante que o mapa é verdadeiro e realmente irá nos levar a um grande tesouro.

O marketing digital realmente funciona, posso te dizer com toda certeza devida a todas as experiências que tive nos ultimos seis anos. Ao contrário do mapa do tesouro, o marketing digital tem tido muitos casos de sucesso.

2 – O que o markting digital fez pelo meu negócio

Quero neste tópico falar do que o marketing digital fez por mim, pois é por causa disso que defendo com tanta firmeza o quão poderoso o marketing digital é.

2.1- O marketing digital e a Officina Vip

A officina Vip é uma empresa que atua no ramo de serviço de conserto roupas, lavanderia e outros, a empresa ja está no mercado a mais de dez anos e por anos passou por muitas dificuldades, assim como ocorre com muitas empresas.

Como todo empreendor eu queria mais, queria crescer, expandir e em meio a essa busca acabei encontrado o mapa do tesouro (marketing digital). Foi então que comecei a caminhada estudando, conhecendo as ferramentas e as técnicas que tornaria minha empresa conhecida.

E hoje a Officina Vip tem uma presença forte na internet o que nos permite continuar crescendo mesmo com País passando por tantas dificuldades.

A verdade é, só não falimos porque através do marketing digital conseguimos descobrir novas areas de atuação, acompanhar as mudanças no comportamento do consumidor em meia a crise e muitas outras informações sobre nossa area de atuação.

O marketing digital não serve somente para tornar um negócio conhecido, mas tambem para criar estrátegia que nos leve agir com mais eficácia.

2.2-Brain Storm Marketing Digital

O marketing digital realmente mudou a minha vida como empreendedor, ele elevou minha maturidade no mundo dos negócios e os meus olhos se abriram para muitas variáveis que envolem um negócio.

E foi por causa dessa nova perspectiva e visão que nasceu a Brain Storm , uma empresa de consultoria em marketing digital.

O meu pensamento desdo o início foi, se o marketing na internet pode me ajudar, tambem pode ajudar outros empreendedores que já encontraram o mapa do tesouro, mas que não sabe usá-lo e precisa de alguém para orientá-los.

Hoje após seis anos de sua criação, a Brain Storm já ajudou muitos empreendedores , não tanto quanto gostaríamos porque sabemos que o medo infelizmente tem paralisado muitos. Espero que essa breve historia sirva para ajudar você a abandonar esse medo, a ousar e acreditar em seu potencial e no pontencial de seu negócio.

Luís Cláudio de Oliveira Mamedes

Empreendedor e Especialista em Marketing Digital

Pense hoje, agora e não amanhã

Pense hoje, agora e não amanhã

A situação econômica não anda boa e sabemos disso, apesar dos esforços a crise custa a passar. Isso não significa que sua empresa precisa mergulhar de vez no marasmo e deixar a crise passar como um verdadeiro furacão na sua empresa. Neste momento é preciso ser criativo, e aproveitar para reforçar aquele relacionamento com os clientes que já tem e criar estratégias para criar visibilidade para os novos clientes. A internet é a ferramenta ideal para esse tipo de situação, uma mídia de grande alcance e se bem planejada consegue segurar qualquer tipo de “dificuldade”.

A grande queixa dos micro empresários é que cuidar de uma empresa e gerenciar as mídias sociais é muito complicado, demanda tempo e dedicação, mesmo assim, não é desculpa. Para os mais arrojados o investimento em uma empresa especializada tem sido a solução, mas para os que não tem verba, total e qualquer dedicação vale a pena.

Antes de mais nada, uma boa pesquisa com fontes de conhecimento para sua empresa não cometer erros que possam colocar sua marca em risco. Na internet você encontra diversos exemplos do que NÃO se deve fazer e isso já é um começo. O que realmente vai importar é o quanto você, micro empresário, conhece realmente do seu público alvo e se você realmente sabe como impactá-los. Se você não sabe ainda definir “para quem” você vende, procure ajuda profissional, pois na internet o marketing metralhadora não funciona.

Vantajoso para o seu negócio as mídias sociais funcionam com investimentos baixos, mas com prazos de retorno mais lentos, o que muitas vezes dá aquela impressão de “não está funcionando”. Quando bem desenvolvidos os primeiros resultados podem ser vistos logo nos primeiros 6 meses, e quando falamos em resultados não falamos de números de vaidade (curtidas na página ou na publicação), mas a interação com o público, essa sim conta.

No fim das contas para fugir desta crise basta ser criativo e usar ferramentas que tem a sua disposição (smartphones e computador) para se conectar com seus clientes pelos meios digitais. Sem esquecer de que, o momento de você começar é agora, pois pensando a longo prazo quanto antes melhor para você e para sua empresa.

 

Quem é?

Formada em Comunicação Social com habilitação e Rádio e Tv, Pós Graduada em Gestão de Marketing Digital, Pós Graduando em MBA em Comunicação e Marketing para Mídias Digitais, trabalhando com Marketing Digital desde 2010 e Social Media da NPLAN Comunicação desde 2012.

4 Dicas para melhorar as campanhas da sua empresa no Google Adwords

4 Dicas para melhorar as campanhas da sua empresa no Google Adwords

Já não é novidade que o marketing digital cada vez mais está se tornando uma das melhores opções de investimento em publicidade de empresas de grande até pequeno porte. Segundo estudo Digital AdSpend 2017, do IAB (Interactive Advertising Bureau) Brasil em parceria com a comScore. – O resultado de 2016 superou as expectativas da entidade, que esperava um crescimento de 12%, totalizando R$ 10,4 bilhões.

 

A expectativa para 2017 também é de crescimento de 26%, para R$ 14,8 bilhões. Com isso, o meio digital será responsável por quase um terço dos investimentos no mercado publicitário brasileiro, segundo o IAB Brasil. – Você pode conferir a reportagem completa no artigo Uol economia. Como vimos, o investimento em publicidade online tende a aumentar no ano de 2017 e sua empresa não pode ficar de fora dessa tendência.

 

Algumas empresas já perceberam a importância do investimento em marketing digital e começaram a fazer seus primeiros anúncios no Google Adwords, porém, muitas vezes por falta de experiência acabam criando campanhas e  anúncios que não geram resultados. Neste artigo, vamos revelar 4 dicas que você pode aplicar ainda hoje nas suas campanhas do Google Adwords.

 

  1. Organização da conta

 

Para exibir anúncios relevantes e alcançar as pessoas certas, o anunciante deve agrupar anúncios e palavras-chave relacionadas em um mesmo grupo de anúncio. Vamos ao exemplo: Imaginamos uma loja que vende brincos, colares, anéis e pulseiras. A empresa cria 4 campanhas para cada produto e dentro da campanha cria vários grupos de anúncios.

 

 

Campanha Brico Colar Anel
Grupo de Anúncios Brinco de ouro Colar de Ouro Anel de Ouro
Grupo de Anúncios Brinco de Prata Colar Curto Anel de Esmeralda
Grupo de Anúncios brinco de pérola Colar Comprido Anel de Prata
Grupo de Anúncios Brinco de Diamante Colar de Prata Anel de Diamante

 

Dessa forma, a conta fica organizada e garante que os anúncios são relevantes para determinada palavras-chave. Agora, é só escolher as palavras-chave ideal para cada grupo de anúncio.

 

  1. Palavras-chave

 

Chegou a hora de escolher as palavras-chave ideais. Neste momento, a empresa deve pensar como o seu cliente e fazer uma lista entre 5 até 20 palavras-chave. Use palavras específicas e não genéricas, para ter uma ideia de quais palavras-chave escolher, use o planejador de palavras-chave do Google, uma ferramentas gratuita que pode ajudar a selecionar as melhores palavras para o seu negócio.

Palavras-chave genéricas não são boas para as campanhas, por isso use termos de palavras-chave como por exemplo “bota de couro com salto” ou “bota de couro cano alto”. As chamadas palavras-chave de cauda longa ( long tail keywords) são as melhores opções e geralmente são formadas por três ou mais palavras.

 

  1. Palavras-Chave Negativas

 

Assim como escolher as palavras-chave, todo anunciante do Google também deve fazer uma lista de Palavras-chave negativas, ou seja, palavras que não devem acionar os seus anúncios. Se a empresa não vende colares de prata, então não é interessante que o anúncio apareça para o usuário que pesquisar por “comprar colar de prata”. Faça uma lista com palavras-chave negativas para evitar que pessoas que não tem interesse no seu produto cliquem no seu anúncio. Não gaste seu orçamento com qualquer clique.

 

  1. Extensões de anúncio

 

O painel de controle do Google Adwords possui uma aba chamada extensões de anúncios, onde o anunciante pode oferecer mais informações ao seu potencial cliente como por exemplo cadastrar o endereço da empresa com a extensões de local, cadastrar o número de telefone para que os clientes que pesquisam através de dispositivos móveis possam realizar ligações diretamente para a empresa anunciante.

 

Além disso, temos a extensões de sitelinks onde o anunciante pode informar outros links do seu site e a extensão de frases de destaque onde é possível informar diferenciais da empresa como frete grátis, parcelamento ou qualquer outra informação que seja relevante para o potencial consumidor.

 

Além dessas extensões citadas também existem outras e o anunciante pode conferir no próprio painel do Google Adwords e escolher qual se encaixa melhor na sua estratégia.

 

Com essas 4 dicas você vai perceber uma mudança nos resultados, agora é só acessar sua conta e aplicar agora mesmo!

 

Para mais dicas de marketing digital acesse o site www.campdigital.com.br

 

Sara Campelo

Consultora de Marketing Digital

www.campdigital.com.br

saracampelo@campdigital.com.br

Gerenciamento de empresas utilizando softwares online

A internet mudou completamente a forma de gerenciamento de empresas e a relação entre consumidor, fornecedor e produto. Antes mesmo desta era da computação nas nuvens, as empresas já se beneficiavam da tecnologia para automatizar seus processos. Muitas empresas, com a ascensão de soluções digitais, criaram algum nível de presença online, seja na forma de websites para mostrar sua marca, como também para agilizar no atendimento e suporte para resolver os diversos problemas e ir além da relação de atendimento por telefone. Até o próprio telemarketing obteve benefícios utilizando softwares de gerenciamento de atendimento ao cliente.

A solução ainda usada em grande parte das empresas, principalmente no Brasil são softwares de gerenciamento e integração como o SAPERP e BPM, como abordado pelo Daniel do Startup.me no meu blog. Estas soluções atuaram no mercado durante muito tempo, e ainda são significativas nos processos de integração e tarefas corriqueiras como preenchimento de formulários para gerar diversos tipos de documentos usados nas empresas e no seu eco-sistema de funcionamento.

A era do cloud-computing para soluções integradas entre empresas

No mundo corporativo, há uma grande demanda do uso de soluções baseadas em computação nas nuvens de forma a ajudar no gerenciamento dos processos empresariais. Estes serviços já fazem parte das nossas vidas no nosso dia a dia como uso compartilhado de arquivos e documentos utilizando o Google Drive, Dropbox e afins. Agora essas ferramentas também invadem as empresas e a forma como seus processos funcionam. Muitas vezes até barateiam o custo de softwares de gerenciamento, além de não necessitar de uma infra-estrutura própria que pode ficar bem cara e inviabilizar seu uso. Algumas empresas já trocaram soluções do pacote Office (Word, Excel, Power Point) por soluções totalmente online como Google Docs, Spreadsheet and Google Presentation.

Softwares baseados em cloud-computing oferecem diversas vantagens:

  • Não precisam ser instalados num computador, onde a atualização da versão requer um suporte e nova instalação feita pela empresa, tendo que receber o software por mídias, ou atualizações guiadas pelo suporte;
  • Integração entre empresas que podem se comunicar online, além de grandes empresas poderem ter acesso a suas filiais e controles otimizados de recursos entre elas;
  • Muitas soluções são gratuitas ou por demanda, desta forma você paga proporcionalmente ao tamanho da empresa e quantidade de uso de recursos que ela oferece.

Atualizações dos softwares

Com plataformas B2B remotas, há maneiras destas ferramentas se auto atualizarem, bastando ter uma conexão ativa com a internet e autorização do usuário com as devidas permissões para fazê-lo. Desta forma não é necessário contactar nenhum suporte ou obter o software físico, ou nem mesmo realizar download.

Integração entre empresas

Essas plataformas permitem que as empresas não fiquem com seus processos e documentos de forma isolada. Elas na verdade integram um complexo ecossistema de novas empresas e fornecedores por diversas ferramentas. Há soluções entre sistemas distribuídos que compartilham seus dados. Normalmente, isto era feito em forma de redes internas entre empresas e suas filiais, e agora pode ser feito de forma mais integrada, inclusive com outras empresas da rede.

Modelo Marketplace

O modelo Marketplace de gerenciamento de empresas usando soluções online faz com que empresas e fornecedores deixem de ser “silos” e passem a viver numa rede onde seus sistemas podem se integrar e uma empresa ser “visível” para outras, compartilhando produtos e possibilitando negócios online entre elas.

Quais são estas empresas?

Muitas das soluções baseadas em softwares instalados ou em rede ainda não oferecem soluções completamente online, embora a maior delas, a SAP, tenha feito uma investida e comprado a Startup Ariba. Novas startups surgiram para suprir e investir nesta demanda de gerenciamento de empresas utilizando uma plataforma mais flexível e integrada, não só entre seus diversos setores e filiais, mas com outras empresas e fornecedores.

No Brasil ainda há poucas soluções que seguem esta linha, muitas empresas que apostam nesta perspectiva utilizam softwares que atuam em diversos países, eu vou citar as principais aqui:

Tradeshift

Tradeshift atua em 6 países (ainda não atua no Brasil) e é uma das maiores plataformas de gerenciamento de empresas B2B. Ela possui um marketplace com milhares de empresas utilizando seus sistemas e permitindo integração entre fornecedores e produtos em sua rede. É como um Facebook entre empresas com suas diversas relações.

Ela oferece diversas soluções de compra e venda e integração entre compradores e fornecedores. Tradeshift conecta 800.000 empresas em 190 países e tem escritórios em São Francisco, Copenhagen, New York, Londres, Paris, Tokyo, Munique e Sydney.

SAP Ariba

Uma plataforma SAP online que atua em diversos países, inclusive no Brasil. Ela oferece soluções para controle de fornecedores e produtos entre empresas, controle de finanças e recursos, e gerenciamento de contas e-commerce.

Praticamente todos setores da empresa e tamanhos podem utilizar das soluções que a plataforma Ariba oferece: desde gerenciamento de dados otimizados e inteligência a ferramentas para tomada de decisões.

Em maio de 2012, a SAP comprou a Ariba por US$ 4.3 bilhões. Esta transação foi um marco para tornar a empresa cada vez mais digital e oferecer soluções Web e aumentar seu domínio em softwares empresariais.

Para cada empresa, uma solução mais adequada para você

Devido a esta diversidade de soluções online de gerenciamento e formas de integração, há diversas possibilidades para sua empresa utilizar uma solução viável que caiba no seu bolso e dispense o uso de qualquer infraestrutura de TI para tornar possível automatizar seus processos, e desta forma não pagar um valor equivalente a uma empresa maior. Estas ferramentas permitem a utilização de contas por demanda e diversas soluções que se encaixam com o seu contexto e realidade. Dependendo do tamanho da empresa, até ferramentas online independentes podem se adequar e ter custo zero para ajudar nos processos.

Já para uma empresa maior, com filiais e uma rede de fornecedores, você pode utilizar soluções como as citadas aqui para possibilitar integrações e automatizações entre os diversos setores internos, interligados com suas filiais e fornecedores, que quando também se utilizam da mesma plataforma, podem fechar negócios e fazer movimentações e assim utilizar uma solução online única.

Escrito por Alexandre Magno, Software Engineer na Tradeshift, em Copenhagen. Trabalha há mais de 10 anos com desenvolvimento de software. Começou com projetos hoje referência em guias de viagem como o Conexão Paris (http://www.conexaoparis.com.br) e ajudando os desenvolvedores com diversos tutoriais no seu blog Webpoint (http://www.alexandremagno.net).

Trabalhou por muitos anos na Globo.com como referência no desenvolvimento front-end e das interfaces de diversos produtos da empresa, onde desenvolveu componentes, bibliotecas e soluções, bem como a sua adaptação na era Mobile. Escreveu o livro Mobile First Bootstrap, o framework front-end mais utilizado no mercado.

Trabalhou com diversas tecnologias e linguagens como Python, Ruby, Node.js e Javascript. Possui algumas iniciativas de empreendedorismo com sua Truppie (http://www.truppie.com), com pitadas de internet das coisas utilizando Arduino.

[nome]
[nome]
[email]
[email]
[submit]
[submit]
[submit]
[submit]
[formId]
[formId]
[return]
[return]
[formName]
[formName]