Missão, visão e valores: Guia Definitivo para criar os da sua empresa

Você está com dificuldades para encontrar e definiu a verdadeira missão, visão e valores da sua empresa? Neste artigo eu vou te dar dicas práticas de como definir de uma vez por todos estes três grandes tópicos que guio então energia para qualquer time evoluir e trabalhar dia dia rumo ao sucesso.

Eu sempre sugiro começar definindo os valores, eles são o alicerce da sua empresa e de todos as pessoas que vão trabalhar dentro dela. Para que de fato ele os valores de uma empresa gera em comprometimento e alinhamento com todo time, importante que ele sigam princípios básicos universos, São aqueles princípios básicos que todo mundo sabe que gerar positividade e construtividade para nós mesmos e para todos ao seu redor. Como por exemplo:

  • Amor
  • Coragem
  • Disciplina
  • Comprometimento
  • Compromisso
  • União

MISSÃO 

Já a missão, está relacionado dia-a-dia. O que o seus funcionários precisam seguir todos os dias para alcançar o bem com? Independente dos aumentos ou tirar do dia dia as pessoas precisam saber pra onde estão indo e com qual mindset elas estão seguindo.

Então um ótimo exemplo de missão por ser “ser uma empresa que vai atender todos os clientes com excelência”. Então a missão não tem muito haver com o que a pessoa está fazendo, mas tem haver com o por que ela está fazendo. A missão de atender todos os clientes com excelência, na medida que é passada dentro da cultura da empresa de maneira natural, envolve todo e Tim para que, todas as suas ações diárias apontem para esta geração, de atender o cliente da melhor maneira.

Na hora de escrever sua missão se pergunte, porque as pessoas vão trabalhar nesta causa? Quando elas tiverem desanimadas e desmotivados, elas vão pensar em que? O que vai puxar elas pra cima? Se a sua missão responder de maneira clara todas as perguntas, a sua missão está correta.

VISÃO 

Agora é a hora de montar a visão da empresa. Ela vai traduzir aonde a liderança da empresa mesmo que ela pode chegar no seu nível de expansão máxima. Por exemplo, quando Jorge Paulo Lemmab, Beto sucupira e Carlos Brito compraram sua primeira cervejaria , que foi a Brahma, eles já tinham a visão de se transformem no maior grupo de empresas do setor de cervejas. Foi o que se consolidou quase 20 anos depois com a AMBEV, que adquiriu porcentagem de centenas de das maiores cervejarias do mundo, tornando maior grupo do setor.

Ao montar a sua visão da empresa, importante mirar longe e se perguntar, como serei a maior empresa do ramo X ou Y. Uma visão bem clara dar onde quer chegar não vai ajudar somente a sua equipe a entender pra onde está indo, mas você também como líderes gestor vai passar perceber que a sua visão clara te ajudar a tomar decisões estratégicas muito importante para consolidação e crescimento da empresa no mercado.

É muito difícil montar uma visão agressivo ambiciosa no início de uma empresa, mas ela é necessário. Não deixe de criar uma grande visão por conta disso. É neste momento que muitos empresários são chamados de loucos e lunáticos mas a visão é um grande motor para fazer sua empresa , junto com a sua equipe, crescer cada vez mais.

Outro exercício importante na hora de montar a visão da sua empresa, e definir uma data um de quando você vai alcançar esta grande visão. E a partir desta data que você vai começar a montar o seu plano de negócios e o seu plano de contas, dessa maneira você vai conseguir ter um termômetro do crescimento da sua empresa, poderá saber mês a mês trimestre trimestre, ano a ano se está indo na direção da sua visão da maneira correta e se velocidade também é suficiente para que você alcance sua visão nesta data.

Tudo bem Daniel, mas e se eu alcançar  essa visão ? Qual é o meu próximo passo ? O próximo passo é entender o contexto em que a sua empresa está, contexto em que ela alcançou sua visão e partir para criação de uma nova visão mais agressiva e mais expansiva.

Missão, visão e valores podem mudar e ser adaptáveis, desde que elas que essas mudanças sejam feitas com consciência e objetividade. Nunca mude uma visão missão e valores por simples conveniência, para facilitar o caminho pra chegar lá, este é pior tipo de auto sabotagem que você pode fazer pra você mesmo e para sua equipe.

Exemplos de missão visão e valores

Separei aqui também alguns exemplos práticos de missão visão e valores reais que vão te ajudar neste exercício. Vamos lá:

Missão visão e valeiros da Natura

VALORES:

A vida é um encadeamento de relações. Nada no universo existe por si só. Tudo é interdependente. Acreditamos que a percepção da importância das relações é o fundamento da grande revolução humana na valorização da paz, da solidariedade e da vida em todas as suas manifestações.

A busca permanente do aperfeiçoamento é o que promove o desenvolvimento dos indivíduos, das organizações e da sociedade.

O compromisso com a verdade é o caminho para a qualidade das relações. Quanto maior a diversidade das partes, maior a riqueza e a vitalidade do todo.

A busca da beleza, legítimo anseio de todo ser humano, deve estar liberta de preconceitos e manipulações. A empresa, organismo vivo, é um dinâmico conjunto de relações. Seu valor e longevidade estão ligados à sua capacidade de contribuir para a evolução da sociedade e seu desenvolvimento sustentável.

MISSÃO:

Nossa razão de ser é criar e comercializar produtos e serviços que promovam o Bem-Estar/Estar Bem.

Bem-Estar é a relação harmoniosa, agradável, do indivíduo consigo mesmo, com seu corpo.

Estar Bem é a relação empática, bem-sucedida, prazerosa, do indivíduo com o outro, com a natureza da qual faz parte e com o todo.

VISÃO:

A Natura, por seu comportamento empresarial, pela qualidade das relações que estabelece e por seus produtos e serviços, será uma marca de expressão mundial, identificada com a comunidade das pessoas que se comprometem com a construção de um mundo melhor através da melhor relação consigo mesmas, com o outro, com a natureza da qual fazem parte e com o todo.

 

Missão, Visão e Valeiros da Apple

Missão

A Apple está comprometida a levar a melhor experiência de computação pessoal a estudantes, educadores, profissionais criativos e consumidores do mundo todo através de seu hardware, software e serviços de internet inovadores.

Visão

Produzir produtos de alta qualidade, baixo custoe fácil uso que incorporam alta tecnologia para o indivíduo, provando que alta tecnologia não precisa ser intimidadora para aqueles que não são experts em computação.

Valores

  • Inovação
  • Qualidade e Excelência
  • Simplicidade é melhor que complexidade
  • Aquisição vertical
  • Qualidade é melhor do que quantidade (num portfólio)
  • Colaboração e Polinização cruzada
  • Responsabilidade social e ambientalObs: A Apple não tem valores oficiais, os valores acima foram adaptados de declarações dadas pelo CEO Tim Cook e afirmações em sites da Apple que podem ser encontrados nos links abaixo.

http://investor.apple.com/faq.cfm?FaqSetID=6 
http://www.businessinsider.com/apples-new-mission-statement-2013-8 
http://features.blogs.fortune.cnn.com/2009/01/22/the-cook-doctrine-at-apple/ 

Missão, visão e valores da Microsoft

Missão
Permitir às pessoas e empresas, em todo o mundo, a concretização do seu potencial.

Visão
Disponibilizar às pessoas software de excelente qualidade – a qualquer momento, em qualquer local e em qualquer dispositivo

Valores
• Integridade e honestidade
• Empenho para com osclientes, parceiros e tecnologia
• Abertura e respeito para com os outros e empenho para contribuir para o seu desenvolvimento
• Capacidade para aceitar grandes desafios e conduzi-los até ao final
• Atitude crítica, dedicação para com a qualidade e melhoramento pessoal
• Assumir plena responsabilidade dos compromissos, resultados e da qualidade perante os clientes, acionistas, parceiros ecolaboradores

Fontes: http://www.microsoft.com/investor/reports/ar02/shareholder_letter/mission_por.htm

Espero que tenha te ajudado a montar a minha missão visão e valores da sua empresa. Se tiver qualquer dúvida sobre esse assunto deixar aqui na sessão dos comentários.

Como fazer uma análise de mercado

Começar um novo negócio não é nem de longe uma tarefa simples. Com abundância de informação que vivemos dias de hoje fica muito mais fácil seguir um método, um processo para abrir uma empresa do que arriscar no escuro com todas as forças. E é nesse momento que entra a análise mercado. Nesse artigo vou te explicar o que é análise de mercado e como fazer uma análise mercado simples para avaliar melhor qualquer tipo de negócio.

Afinal, o que é uma análise de mercado?

De maneira resumida, podemos dizer que o análise de mercado é simplesmente uma pesquisa, uma coleta de informações sobre o seu mercado de atuação, assim como sobre os atores internos externos que podem influenciar o seu fracasso ou o seu sucesso.

E neste momento onde muitos empreendedores se perdem e acabou levando seus negócios desde primeiro dia, direto pra falência.

Dentro das minhas palestras dos meus artigos aqui nesse blog eu consumo defender que o empresário que tem toda energia espontânea idade dentro de um planejamento, tem muito mais potencial de montar uma empresa de sucesso do que um uma pessoa que tem apenas vontade de fazer acontecer.

É o importante ter fé, ter garra , mas estes dois fatores juntos, somados um planejamento e uma análise minuciosa do mercado potência Lisa inúmeras vezes o seus resultados.

Voltando para o passo-a-passo de como fazer uma análise mercado, existem dois tipos de análise : primeiro tipo nada de gabinete e o segundo tipo é o que chamamos de pesquisa de mercado.

Análise de Gabinete

A análise de gabinete é basicamente o que eu nome já diz. Você, dentro do seu escritório, coletando informações que estão ao seu alcance, usando a internet , revistas jornais e até seus colegas mais próximos .

Dependendo da complexidade, outro com mirabolante a sua ideia esse tipo de análise gabinete já é suficiente para invalidar seu negócio. E este é o maior objetivo de qualquer etapa de uma análise mercado, validar ou invalidar o seu sucesso.

Já conheci inúmeras empreendedores que Que diziam ter uma ideia genial, que revolucionar o mercado e fazer muito dinheiro.

Quando perguntava a ele se já te perguntei procurada no Google se existe algum concorrente a resposta mais rápida não, ainda não tinha procurado nem no Google. E é por isso que esse é o primeiro passo pra você começar a entender sobre seu mercado sobre seus potenciais clientes sobre seus potenciais fornecedores e sobre desafio total que você vai ter pra colocar essa ideia no ar.

Pesquisa de mercado

Objetivo da pesquisa de mercado completa é compreender os desafios, desejos e as necessidades do cliente em relação algum algum tipo de produto ou serviço.

Partindo da necessidade dos clientes você conseguirá encontrar inúmeras oportunidades que o seus concorrentes não estão explorando. As maiores oportunidades estão onde existem dor, onde um grupo de pessoas precisa resolver um problema enfrenta diariamente um impeditivo para resolver. Um ótimo exemplo é o próprio lançamento do iPhone pela Apple em 2006.

Na apresentação oficial do lançamento do primeiro iPhone que você pode ver neste link, você vai perceber que Steve Jobs faz uma análise de todo mercado de celulares e começa a entrar quais são as dificuldades problemas de cada um deles. Para só depois disso, mostrar ao público o que seria o iPhone, para um produto de maior sucesso da companhia até hoje, que levou o valor da empresa a alguns bilhões de dólares.

Esse é um grande desafio para empresas iniciantes, principalmente para tipos de empresários que são muito conectados as suas ideias e ao seus projetos geniais. É preciso deixar claro mais uma vez, que é o consumidor aqui em gerar receita e pagar o seu salário e o salário de todos os funcionários que serão contratados empresa crescer. E é por isso que você deve ouvir muito bem o seu potencial cliente antes de qualquer de tomar qualquer decisão estratégica sobrequal produto ou serviço oferecido você vai vender.

Tipos de pesquisa de mercado

Dentro da pesquisa de mercado existem outros dois sub grupos de pesquisa, as pesquisas quantitativas e as pesquisas qualitativas.

A pesquisa quantitativa, uma pesquisa mais minuciosa detalhada que vai mostrar pra você estatísticas de resultados de desejos gerando gráficos e instrumentos de análise para tomada de decisões. Para pesquisa quantitativa importante ter um volume muito grande de pessoas pesquisadas para que estatisticamente o seus números possam valer alguma coisa.

Dentro da pesquisa qualitativa a história bem diferente. Você deve criar formulários precisas para fazer com que o seu potencial cliente responda com clareza o que ele quer e como se sente em relação a sua experiência com os produtos ou serviços que já tem contato do mercado.

Quais ferramentas eu preciso para começar minha pesquisa de mercado?

Pra começar tudo depende de quais ferramentas você tem a sua disposição, se você tem um notebook o celular na mão já um ótimo começo.

Tudo começa com pesquisa de gabinete, você precisa primeiro criar hipóteses em relação ao que o seu potencial cliente pensa, o que ele sente, e como ele age. A partir dessas hipóteses você pode começar a fazer algumas perguntas. Por exemplo: se você quer abre uma pizzaria no seu bairro e acredita que isso é uma boa opção, ótima pergunta para as pessoas que moram perto de você seria quantas pizzas elas consomem por semana ou por mês. E pensar no setor de gastronomia você também poderia perguntar quais são as preferências de sabores como portuguesa, marguerita, lombo ao creme e etc.

Definindo a frequência dos pedidos de pizza no seu bairro e também definindo o sabores favoritos as pessoas e o bairro você começa a clarear a tua tomada de decisão em relação a seus produtos e serviços. Se você percebe que dentro do seu bairro as pessoas não gostam de pizza e muitas delas delas comentou que preferem comer e um carrinho de cachorro-quente você pode mudar totalmente a direção da sua pesquisa e começar a perguntar sobre o carrinho de cachorro-quente sobre o que faz ele ser tão atrativo, seria o preço? Seria o sabor? Seria localização que é de fácil acesso para todos? Seria a velocidade rapidez com que os cachorros quentes preparados?

Agora imagine o outro cenário onde você abre uma pizzaria, sem ao menos entender essas pessoas e o bairro consomem pizza e qual a frequência que elas consomem pizza semanalmente mensalmente. E só pode investir no seu ponto, investindo a sua marca, investindo essa equipe você comece fazer sua pesquisa. E depois de fazer essa pesquisa dentro dos menos o seu bar você percebe que as pessoas não gostam de pizza, que elas têm experiência ruim uma memória ruim com pizza. O que acontece depois disso? Acontece que o seu negócio tem tudo para não prosperar e crescer dentro deste bairro.

Afinal, como montar as perguntas para sua pesquisa de mercado?

Você pode trabalhar com com perguntas abertas e com perguntas fechadas. Existe uma metodologia de trabalho para cada uma delas que vou abortar logo abaixo:

Perguntas fechadas: são usados para definir coisas mais concretas principalmente dentro de pesquisas quantitativas. Você pode usar esse tipo de pergunta pra definir essas pessoas gostam mais de sushi, de hambúrguer, de pizza ou de cachorro quente. São simplesmente as questões de marcar opção a, b, ou C ou D.

Perguntas abertas: Essas são as melhores perguntas que você pode fazer pra entender o seu mercado e seu cliente numa fase inicial do seu negócio. Ao mesmo tempo penso que esse tipo de pergunta é excelente ele também é o maior carrasco do dos entrevistadores. Se você tem um perfil que está longe de ser um perfil de vendedor, prometi você poderá dificuldades em montar boas perguntas e fazer com que a conversa sua dentro de uma entrevista de pesquisa de mercado. Muitos pesquisadores também, por falta de experiência, acabou fazendo perguntas muito afirmativas que conduzem as pessoas responder o que queremos.

A regra aqui e ser mais isento possível, e fazer a pergunta mais aberta possível para fazer com que a pessoa se esforce de fato para expor suas ideias e seus sentimentos.

Exemplos de perguntas abertas de pesquisa de mercado

É bem difícil criar um modelo de pesquisa de mercado pronta que funciona para qualquer tipo de ideia projeto. Mas aqui vou colocar pra vocês algumas perguntas simples que podem abrir a cabeça de qualquer empresário que está começando uma empresa um projeto novo. Não se prenda essas perguntas e utilize da sua habilidade de negociador para que entrevistado dei o máximo de informações sobre seus desejos e que esteja aberto para ouvir mais e mais perguntas. Não esqueça também de levar o celular para gravar essas perguntas e depois compartilhar com seu sócio ou qualquer ou com qualquer outra pessoa que está te ajudando em abril negócio.

Para estes modelos de pergunta vamos voltar o exemplo da pizzaria.

  1. O que você leve em consideração quando compra pizzaria do competidor do concorrente X?
  2. O que você acha que pode ser melhorado dentro da pizza dele?
  3. Qual a coisa que você mais gosta dentro da pizza dele você pode me contar o momento que te fez muito feliz com você pedir essa pizza?
  4. E como aumento de consumo dessa pessoa te deixou mais frustrado?
  5. Quanto você pague médio quando pede uma pizza? Você sempre pede a pizza e operante ou não se preocupa com bebida?

 

Esse são exemplos básicos pergunta para pesquisa de mercado,  espero que você tenha gostado desse artigo e que possa colocar em prática esses 15 pergunta de questionar mais rápido possível. Se tiver qualquer dificuldade em aplicar a pesquisa de questionar deixa comentar aqui embaixo que nossa equipe irá fazer o máximo para te ajudar.

Gestão da inovação nas organizações: O que é e como começar?

Afinal, você sabe que a gestão inovação? No século XXI e naro informação, mas de uma coisa indispensável para aumentar a competitividade e a sustentabilidade de qualquer empresa, inovação é um dos pilares que alimenta esse tipo de ideia. Mas atualmente e não vai não é suficiente eu preciso fazer uma gestão para que essa inovação continue de maneira constante e perpétua tendo a sua empresa.

Não basta apenas inovar uma vez ou por sorte, é preciso transformar a inovação em processos e até mesmo em um departamento, que gera resultados concretos lucrativos todos os meses.

Mas afinal, o que é inovação?

Antes de pensar inovação, importante voltamos para base entender o conceito de inovação. Basicamente inovar e criar algo novo a partir daquilo que já existe, que pode ser um processo, um produto, um serviço e até mesmo Um departamento da empresa que, a partir de uma invenção criativa, possa se tornar algo novo e melhor, gerar mais valor para organização como um todo.

E o que é a gestão da inovação?

A gestão da inovação nada mais é que transformar o processo criativo em um processo concreto que tem começos (entradas), meio (processamento) e fim (saídas com geração de valor )

Existem quatro pilares da gestão de inovação que podem ser seguidos em qualquer empresa, sendo eles:

1. Departamentalização

Se você realmente deseja transformar a gestão da inovação na sua empresa, É necessário dar um dono pra ela, botar nas mãos de alguém uma responsabilidade pelos pela suas entregas resultados. O melhor caminho para que isso aconteça é criado Departamento de inovação dentro da sua empresa, com um líder, um time metas e objetivos específicos.

2. Cultura de inovação

Depois montar um time um departamento para cuidar inovação, é hora de energia e toda equipe da empresa dentro da importância e da visão da inovação. Uma ótima dica nesta etapa é chamar a equipe da inovação para se apresentar para todos os outros departamentos da empresa, explicando suas metas e seus objetivos.

Após esta etapa, é importante destacar que a equipe de gestão de inovação está dentro da organização para ajudar com que todos os processos caminho de maneira mais eficiente, mas efetiva, com menos desperdícios e mais lucrativa.

Vale ressaltar que esse processo não acontece do dia para noite, principalmente entre os colaboradores mais antigos empresa, você vai precisar de tempo para que a equipe de inovação interagem e trabalho em conjunto com todos os outros departamentos.

3. Inclua a inovação  dentro da estratégia

Importante deixar claro que a gestão de inovação não é algo só voltado para departamento financeiro, departamento comercial ou Departamento de operações. Mas estão de inovação precisa também está presente dentro do departamento administrativo e/ou executivo.

Nesse momento eu preciso de horizontalidade entre todo time para que equipe de inovação, junto aos diretores, leve a melhoria dos processos da visão empresa de cima para baixo. A gestão da inovação também deve estar presente no plano estratégico da empresa, na missão , na visão e nos seus valores.

4. Apresentação de cases de melhoria

Agora que time de gestão de inovação já está dentro de todo departamento da empresa importante que haja controle mensuração de tudo que foi executado, e todas as melhorias realizadas e alcançadas. Emissão da equipe de gestão de novo ação deixar claro para todo organização seu papel fundamental e os resultados alcançados semanalmente, mensalmente e trimestralmente.

Setores de uma empresa: Quais são? Qual é a importância de cada um? (Atualizado 2019)

Afinal, Quais são os principais setores de uma empresa? Neste artigo vou explicar de maneira prática como se compõe cada um dos setores de uma empresa de sucesso e quais são os tipos, características e a importância de cada um destes setores.

 

Tipos de setores/departamentos de uma empresa

Os setores de uma empresa variam conforme o mercado em que ela está inserido e também o tamanho desta empresa, por exemplo, empresas pequenas de serviço que atendem somente outras empresas (B2B) muitas vezes não possuem um setor financeiro estruturado pois a necessidade de emissão de notas e controle fiscais  é muito pequena, realizada apenas por uma só pessoa.
Todavia, uma empresa pequena que vende uma gama diversa de produtos para pessoas físicas (B2B) precisa de um setor financeiro muito maior e, muitas vezes, com atividades que também podem ser dividas entre os setor administrativo e fiscal.
Seguindo esta lógica, vou citar aqui os 5 tipos de setores de uma empresa mais importantes, que seguem para qualquer empresa de qualquer tamanho. São eles:
  • Setor financeiro
  • Setor administrativo
  • Setor de recursos humanos
  • Setor comercial
  • Setor operacional

Agora vou apresenta-los uma à um:

 

Setor administrativo

Este é o principal setor da empresa e, se comparado aos órgãos do corpo humano, seria o cérebro pois é dentro do setor administrativo que surgir todos os planos e ordens para os outros setores. As principais responsabilidades do setor administrativo são:

  • Planejamento estratégico;
  • Definição de metas e objetivos da empresa;
  • Atribuição de tarefas;
  • Análise de dados;
  • Supervisão dos outros setores;

É aqui onde se encontram os cargos executivos e de diretoria. Dentro de pequenas empresas este setor acaba muitas vezes assumindo as áreas de recursos humanos e financeira.

 

Setor financeiro

Este é o setor onde se encontram todas as atividades relacionadas aos recursos financeiros da empresa. Posso dizer que comparado aos órgãos do corpo humano, o setor financeiro seria o coração, pois é o caixa da empresa que bombeia o sangue para que todos os outros setores funcionem corretamente. As principais responsabilidades do setor financeiro são:

  • Planejamento financeiro na empresa;
  • Gestão de contas a pagar;
  • Gestão de contas a receber;
  • Cobrança;
  • Controel de fluxo de caixa;
  • Emissão de notas fiscais;

Em empresas maiores, o setor financeiro é separado do setor contábil, que fica com toda a parte fiscal de emissão e controle das notas fiscais, enquanto o financeiro assume todas as atividades do dia a dia de fluxo de caixa e controle de contas.

 

Setor de recursos humanos

Este é um dos setores mais importantes da empresa e muitas vezes negligenciado por pequenos empresários que deixam de olhar pro setor e acabam contratando sem nenhuma metodologia ou processo. As principais responsabilidades do setor de recursos humanos são:

  • Recrutamento e seleção de pessoas;
  • Desligamento de pessoas da empresa;
  • Análise de indicadores de desempenho de cada membro da equipe;
  • Controle de os horários de entrada e saída dos membros da equipe;
  • Feedback aos membros da equipe sob o trabalho realizado;

Assim como os demais setores, o setor de recursos humanos deve ter métricas e acompanhamento e planos bem claros para fazer com que as pessoas da empresa desempenhem suas funções de maneira correta.

Nas pequenas empresas muitas vezes é o próprio dono que faz este papel de recrutar e manter a equipe engajada mas ao longo do tempo em que uma empresa cresce, uma ou mais pessoas devem desempenhar este papel como braço(s) direito(s) da diretoria para perpetuar a missão e o engajamento na empresa.

 

Setor comercial

A função principal de uma empresa que visa lucro é ter clientes e atrair a maior quantidade deles para consumir seu produto e/ou serviço. Neste cenário é que o setor comercial de uma empresa desempenha um papel de suma importância pra fazer a engrenagem de uma empresa girar. Se não existem clientes, também não existirão departamentos de operação, financeiro e principalmente o departamento administrativo.

Para resumir, se não existem vendas, uma empresa não existe. Se você está começando agora eu diria que este é primeiro setor que precisa ser criado e estruturado dentro de uma empresa. É por isso que o papel principal do setor comercial está nas seguintes ações:

  • Definir quem é o público comprador (avatar ou persona);
  • Montar plano de marketing da empresa;
  • Fazer prospeção constante com novos clientes;
  • Separar clientes bons e clientes ruins da empresa;
  • Criar e estabelecer parcerias com outras empresas;
  • Montar ofertas e promoções;

Em grandes empresas este setor se divide entre comercial e marketing, sendo o último um dos meus setores favoritos pois foi o primeiro setor que me abriu portas para me enxergar como empresário. Por isso em breve escreverei um artigo extenso somente para falar sobre o setor de marketing dentro de uma empresa 🙂

 

Setor Operacional

O setor operacional também assume diversos nomes dependendo da área em que está. Pode ser chamado de setor técnico ou setor de produção. Dentro dos órgãos do corpo humano eu diria que este setor seriam os braços, pois eles vão dar forma à tudo o que é insumo dentro da empresa para que se transforme em um produto final, pronto para que o departamento comercial o leve para o mercado.

As principais responsabilidades do setor  operacional são:

  • Administrar a rotina do dia a dia das operações de entrega de um produto e/ou serviço;
  • Analisar se as atividades do dia a dia estão sendo realizadas dentro do prazo;
  • Analisar se as atividades estão cumprindo um índice mínimo de qualidade;
  • Analisar se as atividades estão sendo realizadas sem desperdício;
  • Identificar gargalos e travas que impedem a realização das atividades do dia a dia;
  • Identificar melhorias nos procesos de entrega das atividades do dia a dia

 

 

 

Leia também

O que é gestão ?

 

O que é gestão? Entenda completamente o conceito e veja citação de autores

Dentro da administração de empresas a gestão é uma das áreas que se entender como as organizações ( sejam elas públicas ou privadas) desenvolvam suas atividades de maneira mais eficiente e efetiva.

O conceito de gestão está ligado gerente aos cargos mais altos da organização, que precisam administrar os recursos para que a organização se desenvolva. São estes “administradores” que chamamos de gerentes, ou gestores.

Um gerente e/ou gestor tem como principal objetivo extrair dos recursos atuais da organização o máximo de seu valor para que as mesmas consigam atingir seus objetivos de curto, médio e longo prazo. Desta maneira a função do gestor se resume basicamente em fazer com que a organização caminhe sempre em frente em relação aos seus objetivos concretos, sejam eles vender mais ou diminuir seus custos.

Pilares da Gestão

O conceito de gestão está baseado em quatro pilares básicos:

  • A organização
  • O planejamento
  • A liderança
  • e o controle

Um gestor quando inicia um projeto de gestão ele precisa organizar a casa, é aí que entramos no 1º pilar, o da organização. Ele precisa saber limpar a bagunça e entender tudo o que acontece na empresa, desde o produto, os preços, os serviços prestados, os principais stake holders e o papel de cada funcionário na organização.

Depois desta etapa ele pode ir para o segundo pilar, o do planejamento. Depois de entender melhor cada recurso disponível dentro da organização, fica mais claro entender como tudo vai se encaixar no futuro. É nesta etapa que se faz um plano de crescimento de um departamento específico ou até mesmo a redução do mesmo, olhando a empresa no longo prazo e alinhando com aquilo que pode ser feito para realizar o grande plano.

Depois de montar o grande plano (que também inclui um plano de negócios), o gestor precisa desenvolver sua liderança dentro da organização para que todos se mantenham engajados para realizarem suas atividades. É nesta etapa onde os bons gestores se diferenciam dos chefes.

Os chamados gestores “chefes” são vistos como pessoas chatas e aborrecidas que só cobram a equipe, já os gestores “líderes” estão o tempo todo em contato com os sonhos e os desejos de cada membro da equipe, atendendo seus desejos, suas dificuldades e tirando da frente tudo o que trava a equipe para atingir as metas mais ambiciosas da empresa.

Depois da liderança ainda temos o último pilar da gestão que é o controle e é nesta etapa que se separaram os bons e os maus gestores. Por mais que um gestor seja um grande líder e bom em fazer com que a equipe entregue o que é desejado, é o pilar do controle que vai dizer se a equipe está trabalhando para trabalhar as métricas corretas.  Dentro de um tópico mais avançado, o controle também é chamado de indicadores chave de sucesso, ou kpis.

 

Quais são as áreas da gestão ?

A gestão empresarial pode ser dividida em diversas áreas, variando de tamanho de empresa para empresa, dentro destas áreas podemos citar os 8 tipos principais:

  • Gestão de pessoas ou gestão de recursos humanos
  • Gestão de processos
  • Gestão comercial
  • Gestão financeira
  • Gestão de projetos
  • Gestão de qualidade
  • Gestão de tecnologia da informação
  • Gestão de estoque

Apesar dos termos “administração” e “gestão” estarem ligados diretamente ao mundo empresarial, estes termos podem ser aplicados em qualquer tipo de organização para um fim em comum, seja uma Organização Não Governamental ou até mesmo um grupo de estudos da universidade.

Conceito de gestão segundo autores

“Conjunto de normas e funções cujo objectivo é disciplinar os elementos de produção e submeter a produtividade a um controle de qualidade, para a obtenção de um resultado eficaz, bem como uma satisfação financeira” Houaiss

“Gestão é atingir metas ou resolver problemas. Gerenciar é ter uma meta e tomar todas as medidas necessárias para atingir esta meta” Vicente Falconi.

Conceito de Gestão Segundo Vicente Falconi

Dentro das minhas leituras de excelentes nomes da gestão no Brasil, é impossível não citar a grandiosidade e e a precisão do trabalho de Falconi, Engenheiro formado na UFMG, trabalhou durante muitos anos com os japoneses da JUSE (Union of Japanese Scientists and Engineers) em empresas brasileiras e ajudou a implantar metodologias e processos de gestão na AMBEV, SADIA e inúmeros outros grupos brasileiros.

Para finalizar este artigo, deixo com vocês abaixo uma excelente entrevista de 1h com Vicente Falconi onde ele explica o que é gestão sua concepção e os conceitos de gestão que aplica nas empresas pelas quais passou: