Como montar um restaurante

Seja por conta da praticidade ou distancia entre local de trabalho e casa, o número de pessoas que faz a maioria de suas refeições fora de casa vem crescendo a cada ano. Este detalhe torna o ramo de restaurantes um investimento atrativo, pois sempre há espaço para quem deseja trabalhar com alimentação. Para entender como montar um restaurante e tornar-se um empresário bem sucedido é importante estar atento a alguns detalhes fundamentais que vão assegurar a conquista do mercado:

Planeje-se

Muitos restaurantes fecham as portas ainda no primeiro ano de trabalho. O fracasso de muitos destes estabelecimentos está diretamente associado à falta de um planejamento inicial. Organizar-se é vital! Desconhecer seu público alvo, os custos de seu negócio, detalhes do ponto comercial escolhidos, entre outros fatores, é assumir que está tudo bem ao tentar caminhar na completa escuridão. Mapeie tudo no papel antes de comprar a primeira colher ou quebrar o primeiro ovo.

Quando você está escrevendo um plano de negócios, deve incluir: uma definição clara do seu conceito; uma descrição do seu mercado; seu menu e preços; informações financeiras detalhadas, incluindo dados sobre o seu capital inicial (montante e as fontes) e suas receitas e despesas, as previsões de longo prazo; um plano de marketing; contratação de funcionários e programas de treinamento. Encontre algumas dicas aqui. Falta de planejamento é algo perigoso e prejudicial. Para obter ajuda nesta etapa, você pode procurar o Sebrae mais perto de você.

Conheça seu público alvo

É quase impossível montar um restaurante que atinja um perfil universal de público. Esta é a primeira coisa a se ter em mente e aceitar. Você irá apenas trabalhar com uma fatia de pessoas. Portanto, dê o seu melhor para cativar e conquistar o público-alvo que escolheu atender. Pode parecer desagradável não poder trabalhar com 100% dos clientes existentes no mercado, mas saiba que, na realidade, trabalhar com públicos de nicho é uma aposta segura de lucro. Escolha seu público segundo o extrato social e faixa etária que deseja atingir. Conheça seus gostos e hábitos, para então montar um ambiente e cardápio que vão de acordo com as expectativas dessa clientela.

Estilos de Serviços

Seu restaurante pode ter diversos tipos de atendimento. Pode ser um local de atendimento rápido, geralmente em balcão, que sirva pratos de fast-food, também pode ter a opção de auto-atendimento, os chamados self-service ou, ainda oferecer os pratos em um cardápio, levados à mesa por garçons. O importante é que o tipo de atendimento case com o conceito do ambiente. Um restaurante para almoço, geralmente dispõe de ilhas em que os próprios clientes se servem, enquanto que em locais tradicionais para o jantar, os clientes são servidos em suas mesas, por exemplo.

A seleção de um conceito de comida

O estilo de comida servido deve combinar com o estilo do restaurante. Mesmo o local mais simples que sirva apenas o famoso PF (prato feito) deve investir em alimentos e pratos que encantem o paladar dos clientes e os façam voltar. A decoração e mobiliário do ambiente devem passar ao cliente o conceito do local e o tipo de comida que irá encontrar. Monte um cardápio coerente com seu ambiente, afinal, ninguém procura por um cachorro-quente em um restaurante japonês. Invista pesado neste ponto, pois será o principal atrativo de seu empreendimento, além de sua marca e identidade.

Faça propaganda

Já diz o clichê que a propaganda é a alma do negócio. Invista nas mídias. Se não há condições de colocar anúncios nas grandes mídias, a internet possibilita que se veicule o nome de seu estabelecimentos por diversas redes sociais. Além do mais, a propaganda boca a boca é a melhor que existe. Um restaurante querido pelos clientes sempre é indicado e elogiado neste meio. Ao menos uma página no Facebook com informações sobre o local e sempre atualizada com promoções e fotos do cardápio já fazem uma grande diferença na divulgação de seu negócio.

Escolha bem o ponto comercial

Dependendo de quanto dinheiro você tem para investir e o tipo de restaurante que você deseja montar, o local deve ser escolhido com todo cuidado. Considere questões de acessibilidade dos clientes pontenciais e as facilidades para encontrar em seu restaurante. Calcule a capacidade de pagar o aluguel do seu negócio. Se já existe uma projeção de vendas e lucro para o seu primeiro ano de operação, você vai saber aproximadamente a quantidade de receita que você pode esperar para gerar, e pode usar essa informação para decidir o quanto de aluguel pode pagar. Veja se há estacionamentos próximos e estude a movimentação de pessoas nos horários em que você pretende manter seu resturante em funcionamento.

Montar um restaurante de sucesso depende basicamente do empenho e planejamento de seus proprietários. Esperamos que nossas dicas possam ajudar!

Franquia Mundo Verde: Custos e Retorno

A franquia Mundo Verde é considerada a maior rede especializada em produtos naturais, orgânicos e para bem-estar da América Latina. A marca nasceu em Petrópolis, e em 21 anos de presença no mercado se consolidou como pioneira e líder no comercio de produtos que levam o conceito de vida saudável.

Veja também: Oportunidade de Franquia Digital permite empresários a terem seu próprio Netflix

A empresa começou, em 1986, como um estabelecimento familiar, em uma loja de 25m². Aos poucos foi conquistando clientes e ganhando fama. Em 1993, a marca optou por tornar-se uma franquia, com a finalidade de promover a expansão de seus negócios. Atualmente a rede conta com mais de 130 unidades em operação e emprega mais de mil pessoas.

Segundo seus fundadores, a Mundo Verde foi idealizada a partir da necessidade de levar qualidade de alimentação e vida, promovendo a cultura do bem-estar, divulgando e fortalecendo o respeito ao meio ambiente, o consumo consciente, a responsabilidade social e a cidadania.

O investimento necessário para abrir uma franquia Mundo Verde pode variar de acordo com a área e localização no qual a loja será montada. Considerada uma franquia barata e lucrativa, escolher uma localização estratégica, perto de lugares em que trasitam seu público alvo, como supermercados, shoppings centers, academias e clubes, pode ser uma ótima opção para potêncializar seus negócios. O valor e custos da franquia também podem variar caso haja a necessidade de reformas do ponto comercial escolhido.

Os custos da franquia, considerados relativamente baixos, envolvem a taxa da franquia (R$ 50 mil), instalação da loja (variando entre R$ 80 mil a R$ 250 mil), taxa de publicidade (1% sobre o faturamento bruto), royalties (4,5% sobre o faturamento bruto) e o capital de giro (entre R$ 30 mil a R$ 50 mil). Quanto aos retornos, o faturamento da franquia é de cerca de R$ 120 mil. O contrato com a Mundo Verde tem duração de 60 meses e o retorno do investimento na franquia pode ser obtido entre 24 a 36 meses. A área da loja deve ter entre 80 a 120 m², precisando de 5 a 15 funcionários para atender os clientes.

 A marca é, sem dúvida, uma franquia de sucesso e retorno garantido. Ideal para quem quer trabalhar em uma empresa com valores de consumo sustentável e que prezam o bem-estar de seus clientes. Hoje, a Mundo Verde possui lojas no Brasil, em vários países da América Latina, Africa, Europa e América do Norte.

Para conhecer melhor a Mundo Verde, visite uma loja e conheça seus produtos. O interessado em ser franqueado deve entrar em contato com a franchising para conhecer a sede e todos os setores da empresa. É importante saber que um dos requisitos fundamentais para abrir uma franquia Mundo Verde é compreender exatamente como funciona a franquia da Mundo Verde.

Voltar para o Guia de Franquias Baratas.

 

Como Abrir Uma Franquia com Pouco Dinheiro – Guia passo à passo

Você sabe como abrir uma franquia? Abrir uma franquia é mais fácil que abrir um negócio próprio? É fácil ver por que milhares de novas franquias estão sendo abertas em todo o mundo a cada ano. As empresas de franquia têm a grande vantagem de serem estabelecidas no mercado. Geralmente suas marcas são bem conhecidas e ainda contam com o apoio da empresa franqueadora.

Veja também: Oportunidade de Franquia Digital permite empresários a terem seu próprio Netflix

No entanto, apesar dessas vantagens e a concepção popular de que as franquias são um investimento mais “seguro” do que as tradicionais empresas de pequeno porte, a taxa de sucesso dos dois permanece praticamente o mesmo.

Mesmo com o apoio de uma empresa experiente por trás, você vai precisa de um capital significativo, investimento, muito trabalho duro, para conseguir sucesso em seu negócio como um franqueado.

Continue lendo este artigo para saber:

  • 6 Passos Para Se Tornar Proprietário Franqueado
  • 5 Passos Para Abrir Sua Franquia
  • Prós de Abrir Uma Franquia
  • Contras de Abrir Uma Franquia

Então vamos lá!

6 Passos Para Se Tornar Proprietário Franqueado

1. Entre em contato com o negócio de franquia desejado

Planeje uma reunião com as empresas de franquias que lhe interessa. Entre em contato e agende compromissos com representantes dessas franquias, para aprender os requisitos necessários para abrir sua própria franquia.

Pergunte para os representantes da empresa franqueadora os dados estatísticos sobre as operações da franquia e descubra os tipos de treinamentos, marketing e apoio operacional que o representante da franquia pode lhe oferecer.

Franquias legítimas terão o prazer de compartilhar informações com você. Desconfie de empresas que parecem relutantes em revelar detalhes sobre suas franquias (taxas de sucesso / insucesso) ou excessivamente ansiosos para fecharem negócio com você.

2. Faça Um Plano de Negócio

Reveja todas as informações que foram oferecidas para você, pelos seus potenciais franqueadores, bem como a sua própria investigação sobre as condições de mercado. Incorpore essas informações em um plano de negócios completo bem escrito.

Verifique se o seu plano de negócios inclui os custos estimados de investimento e retorno projetado. A qualidade e legitimidade de seu plano de negócios podem determinar não apenas na permissão para abrir sua própria franquia, mas também informará se você está aprovado para empréstimos futuros que você poderá precisar.

3. Conte com a ajuda profissional

As leis que cercam a abertura de um novo negócio podem ser extremamente complexas para os donos de primeira viagem. A menos que você tenha pleno conhecimento jurídico ou de contabilidade, considere seriamente a obtenção de um advogado e / ou contador para ajudá-lo a avaliar de formas explícitas o seu novo negócio.

A taxa associada na obtenção deste tipo de ajuda vai valer a pena em longo prazo. Dessa maneira, você fica mais tranquilo de não entrar em um contrato ruim ou de fazer um investimento imprudente.

4. Levante capital de investimento

Se você é rico e independente o suficiente para pagar a abertura de sua própria franquia totalmente, sem se estressar com isso, você é um dos poucos sortudos. A maioria das pessoas precisa de alguma forma de ajuda financeira para cobrirem alguns investimentos iniciais de sua franquia.

Apresente o seu plano de negócios e quaisquer informações relevantes dos representantes da franquia para os bancos ou investidores privados para mostrar-lhes que a sua oportunidade de negócio é viável.

5. Registre o seu contrato com o proprietário da franquia

Quando você está confiante de que você encontra todos os requisitos para a posse da concessão e que seu plano de negócios é uma receita para o sucesso, você pode proceder à assinatura de um acordo vinculativo com o franqueador.

Certifique-se do seu advogado ter revisto o contrato antes de assiná-lo. Se você tiver alguma dúvida ou precisar de mais informações, certifique-se de obter respostas satisfatórias de representantes de franquia antes de concordar com qualquer coisa.

Esta é outra parte do processo durante o qual você precisará de experiência de um profissional da área financeira. Certifique-se do seu advogado ter revisto todo o contrato principal e quaisquer outros documentos obrigatórios antes de assiná-lo.

6. Inscreva-se no programa formação interna do seu franqueador

As organizações de franquia fornecem aos franqueados planos prontos para as operações, marketing, finanças e procedimentos de recursos humanos, bem como as melhores práticas e programas de treinamento para todos os cargos.

A maioria das empresas de franquia exige que os novos franqueados recebam treinamento para prepará-los para rodar seu novo negócio de acordo com as políticas da empresa mãe. Siga todos os procedimentos de treinamento oferecidos pelo proprietário da franquia para se certificar de que você entende completamente da estratégia de negócios da empresa franqueadora.

Note-se que, infelizmente, alguns desses programas de treinamento podem exigir viagens, alojamento, materiais, e outros pagos às suas custas. Tente obter uma estimativa desses custos antes de embarcar em seu novo regime de treinamento.

5 Passos Para Abrir a Sua Franquia com pouco dinheiro

1. Alugar ou comprar um local para sua franquia

Quando se trata de franquias, a localização é tudo. Escolha um ponto para sua franquia que é visível, acessível e de localização central, em uma área com um mercado para seu novo negócio.

Considere cuidadosamente localização da franquia em relação a empresas concorrentes. Não é recomendado escolher um local muito perto de um concorrente, especialmente se este concorrente é da mesma franquia como a sua!

2. Entrevistar, contratar e treinar funcionários

É muito importante agilizar o processo de candidatura e contratação de novos funcionários para atingir um grande número de candidatos interessados. Devido aos salários não tão atraentes no início do negócio é comum que a taxa de rotatividade de funcionários sejam altas.

Considere o uso da internet para atingir o maior número possível de candidatos. Existem sites usados para oferecer empregos, é uma boa opção para encontrar candidatos.

3. Equipamentos e outros

Muitas empresas de franquia, especialmente restaurantes, exigem um investimento inicial substancial em termos de equipamento, como por exemplo, fornos, freezers em larga escala, etc…

A maioria das franquias vai exigir que você compre diretamente da empresa mãe ou de um vendedor aprovado. Esta é uma forma de manter todos os locais dessa franquia tão uniforme quanto possível e também, obviamente, para ganhar dinheiro para a empresa matriz.

4. Anunciar a abertura de sua franquia

Normalmente, os franqueadores te ajudarão com a colocação do seu negócio no mercado, eles provavelmente irão adicionar a sua franquia no site principal da empresa.

Isso não impede você de fazer uma divulgação de abertura da sua franquia. Certifique-se de anunciar o seu novo negócio com materiais promocionais padronizados que você recebeu da empresa matriz.

5. Abra sua franquia

Esteja bem preparado para o dia da abertura de sua franquia. Tenha tudo que você precisa em termos de equipamentos e estoque para a abertura.

Programe o pessoal suficiente para cobrir a sua demanda inicial. Certifique-se de convidar a imprensa, jornais locais e online para cobrir o evento.

Prós de abrir uma franquia:

  • Não precisa “inventar” ou criar um negócio novo, pois ele já existe;
  • O negócio já está testado e aprovado no mercado (Menos risco e mais segurança);
  • O empreendedor conta com uma ajuda da empresa franqueadora.

Contras de abrir uma franquia:

  • Pouca liberdade para criatividade ou ideias adicionais;
  • A empresa franqueadora determina limites a serem seguidos pelos franqueados;
  • Você abre o seu negocio com um sócio incluso.

E aí, gostou das dicas? Compartilhe nas redes sociais, talvez um de seus amigos possa gostar também. Dê a sua opinião aqui no blog. Sua opinião é muito importante para nós.

Voltar para o Guia de Franquias Baratas.

 

Como abrir uma Franquia Mc Donalds?

Você sabe quanto custa uma franquia Mc donalds? Muitos empreendedores têm procurado dicas sobre este assunto. Neste artigo  dou dicas detalhadas para você que quer abrir uma franquia do McDonald’s e no fim do artigo também falo de uma franquia especial, aprovado por Flavio Augusto e Bel Pesce para quem quer abrir uma franquia lucrativa e ainda trabalhar de casa.

Veja também: Oportunidade de Franquia Digital permite empresários a terem seu próprio Netflix 

O McDonald’s Corp. é o maior, e talvez seja a empresa mais reconhecida no mundo nesse mercado de restaurantes de fast food de hambúrgueres. São mais de 58 milhões de clientes que são servidos nos restaurantes do McDonald’s por dia, em mais de 100 países espalhados pelo mundo a fora.

Aproximadamente 85% dos restaurantes são de propriedade e operados de forma independente através de acordos de franquia. A vantagem óbvia é que a franquia oferece-lhe um reconhecimento da marca testada e comprovada, reduzindo assim, o risco para o empreendedor.

Continue lendo este artigo para saber mais sobre como abrir uma franquia McDonald’s:

Então vamos lá!

Instruções:

Uma consideração importante para os futuros empresários que queiram participar de um negócio franqueado é o nível de apoio que receberá da empresa matriz, e nesta área, o McDonald’s é inigualável.

Os proprietários / operadores de franquias McDonald’s recebem uma formação inicial e apoio durante o primeiro ano, e em seguida, o apoio contínuo ao longo da sua propriedade com boletins informativos, compra cooperativa, suporte por telefone 24 horas por dia, e operações de campo.

1. Confirme Se Você Tem Condições De Ser Eleito

O McDonald’s exige que os futuros proprietários / operadores possuam experiência adequada em negócios, excelente histórico de crédito, um espírito empreendedor, uma forte ética de trabalho e ativos líquidos suficientes.

Assegurar que tenha pelo menos 500.000 dólares de recursos pessoais não emprestados, que irá cobrir o pagamento e direitos de franquia iniciais. Crédito e ativos financeiros pessoais significativos são essenciais.

Avalie suas finanças. Confira se você está confortável para fazer um pré-pagamento, financiando o restante do preço de compra, e pagando uma taxa de serviço mensal e aluguel. A taxa de serviço e arrendamento é baseada em uma porcentagem das vendas mensais.

2. Preencha o Pedido De Franquia Do McDonald’s

Você pode enviar o requerimento preenchido on-line ou imprimir e enviá-lo. Basta visitar o site oficial do McDonald’s para ter acesso ao requerimento. Envie a sua candidatura para o endereço adequado na página de “divisão do mapa” da seção do site da franquia McDonald’s.

Para ser considerado um candidato franqueado, é necessário passar por essa etapa. Dados como, informações pessoais, educação e experiência empresarial, são exigidos no preenchimento do requerimento.

Uma área nesse requerimento é incluída para sua declaração financeira pessoal, que contém suas receitas, ativos e passivos. Informação detalhada é necessária para cada um de seus ativos e passivos. Depois de ter feito isso, você terá que esperar para que suas informações fornecidas sejam verificadas.

3. Concluindo o Processo De Seleção

Se for escolhido como um potencial franqueado, você será contactado para completar uma série de entrevistas, avaliações financeiras e experiências, para confirmar o interesse mútuo de ambas as partes.

Será feita uma avaliação da sua capacidade de executar o restaurante, bem como uma análise de suas finanças, que vai determinar se você terá a chance de se tornar um franqueado / operador.

Os candidatos com experiência em negócios são de particular interesse para o McDonald’s. A empresa quer ter certeza de que o proprietário / operador vai crescer e é capaz de gerenciar múltiplos negócios. A capacidade de criar e seguir um plano de negócios, habilidade e capacidade de gerenciar os funcionários e as finanças.

Gerenciar decisões pessoais e se comprometer nas operações do dia a dia do negócio são muito bem visto pela empresa. O McDonald’s quer que seus franqueados sejam integrantes do negócio. Por essa questão, de fato, 100% das franquias do McDonald’s o proprietário é o operador. Uma gestão ausente não é permitida.

4. Comprar e Abrir Um Restaurante Existente

Se você está pensando em comprar uma franquia do McDonald’s você provavelmente irá comprar uma franquia de restaurante existente. A maioria dos franqueados entra no sistema através da compra de um restaurante existente, quer a partir do McDonald’s ou de um franqueado McDonald’s. Um número muito pequeno de novos operadores entra no sistema através da compra de um novo restaurante.

O preço de compra irá variar dependendo de uma série de fatores, incluindo o volume, a rentabilidade, a concorrência e localização.

Os candidatos devem completar um programa de treinamento para ser aprovado, ou não, pelo McDonald’s. Os escritórios corporativos irão fornecer uma publicação para orientar o candidato ao avaliar uma determinada loja, mas não vai participar das negociações.

Para comprar um restaurante existente, é necessária uma entrada de no mínimo de 25% do preço de venda e financiamento do restante com um prazo máximo de até sete anos, conforme exigido pelo McDonald’s Corp.

Contrate uma equipe competente de funcionários. Complete a sessão de treinamento corporativo de 1 semana de duração necessária. Complete a formação exigida no interior da loja, o que pode levar de 9 a 24 meses.

Pague as taxas de franquia mensal, e / ou aluguel, uma vez que o restaurante esteja instalado e funcionando normalmente. As taxas de serviço e de aluguel são calculadas como uma percentagem das vendas mensais.

Os candidatos mais bem sucedidos têm acesso a recursos financeiros adicionais e terá oportunidades ainda maiores dentro da organização.

5.  Comprar e Abrir Um Novo Restaurante

Para comprar uma nova franquia, uma taxa de 45.000 dólares é necessária. Este terá que ser pago diretamente ao McDonald’s Corporation. Os custos de construção, equipamentos e suprimentos para a inauguração são pagos pelo proprietário / operador diretamente aos fornecedores.

Os custos variam dependendo da localização, estoque e decoração. Você vai gastar em torno de US$ 900.000 a US$ 1.750.000. Pelo menos 40% dos custos devem ser em dinheiro, mas o saldo pode ser financiado de forma independente.

6. Continue Recebendo Apoio da Equipe de Franqueados

Você estará sujeito a avaliações regulares no interior da loja para certificar que você está sustentando todas as políticas e procedimentos incluídos no seu contrato de franquia McDonald’s.

Você vai receber apoio e aconselhamento para ajudar a progredir a sua empresa em todo o seu termo de 20 anos em curso.

Termos e Taxas Em Curso Para O Mcdonald

Cada termo de franquia funciona durante 20 anos. Taxas mensais de serviço são 4% do faturamento bruto. O aluguel é uma taxa de base ou uma taxa de base mais um percentual das vendas mensais.

Durante a vigência da franquia, você paga ao McDonald’s as seguintes taxas:

Taxa de serviço: É a taxa mensal baseada no desempenho de vendas do restaurante, atualmente uma taxa de 4,0% das vendas mensais de serviço.

Rent: A renda base ou aluguel percentual mensal que é uma percentagem das vendas mensais.

Checklist de Requisitos Para Abrir Uma Franquia Mcdonald

1 – Experiência comercial significativo: Indivíduos que tenham demonstrado propriedade ou gestão bem-sucedida em várias unidades de negócios.

2 – O crescimento rápido: Indivíduos que possuem a capacidade de crescer.

3 – Plano de negócios: A capacidade de desenvolver e executar um plano de negócios.

4 – Gerencie bem as finanças: Capacidade de gerenciar finanças, incluindo uma compreensão completa das demonstrações financeiras de negócios.

5 – Boa capacidade de gestão: Compromisso para gerenciar pessoalmente as operações do dia a dia do negócio de restaurante.

6 – Treinamento: Vontade de completar um programa de treinamento e se tornar proficientes em todos os aspectos de operação de negócio de restaurante de um McDonald’s.

7 – Experiência excepcional ao cliente: A capacidade de gerir eficazmente uma organização que recruta, treina e motiva os funcionários do restaurante, que fornecem uma experiência excepcional ao cliente.

8 – Bom histórico de crédito: Uma história de crédito aceitável

Voltar para o Guia de Franquias Baratas.

10 dicas práticas para aumentar as vendas em loja de roupas

Seu negócio não vive se você não realizar vendas. E sua loja não cresce se você não aumentar elas. Para lojas de roupas essa realidade é ainda mais presente. Você precisa ter foco em vender. Uma loja é feita para tal. Assim, aumentar vendas em lojas de roupas é um objetivo importante. Vender mais quantidade ou com maior margem é o seu caminho para o crescimento. Confira abaixo algumas dicas para aumentar suas vendas.

Veja também: Oportunidade de Franquia Digital permite empresários a terem seu próprio Netflix

1 – Posicione-se

– Como sua marca será lembrada? Como vai se posicionar na mente de suas clientes?

Independente do negócio ou produto, toda marca carrega consigo um tipo de rótulo. Sua loja não é exceção, haverá uma definição resumida e compartilhada de sua loja. Quando alguém falar sobre você e sua loja, irá referenciar alguns pontos marcantes. Seu papel é ajudar essa pessoa a contar sobre quem você e sua loja são. Defina esses pontos marcantes o mais claramente possível. A loja melhor posicionada, tem as melhores vendas.

2  – Aprenda seu consumidor

– Já sabe quem compra de você? Você conhece seus clientes pelo nome quando passam?

Pense em seu cliente como o indivíduo que é. Aprenda o perfil de quem compra com você. Analise a linguagem que ele usa, os caminhos que faz e os sentimentos que têm. Conheça-o ao máximo. Quanto melhor for seu conhecimento sobre ele, mais facilmente você saberá ajudá-lo a comprar em sua loja. Aumentar as vendas para um cliente é serví-lo mais. E para isso, nada melhor do que entendê-lo e saber o que ele quer. Com argumentos melhores, mais vendas acontecerão.

3  – Seja a melhor

– Para que sua loja existe se não é para ser a melhor loja do mundo?

Não basta ser boa. Sua loja deve buscar ser a melhor. Isso sempre é possível. Porém nem sempre você será a melhor no que imaginou que seria ou gostaria de ser. Seu comércio possui qualidades e limitações, como todos. Basta estar atenta ao mercado para potencializar o que você é melhor do que seus concorrentes. E caso não tenha um diferencial, crie.  Seja a melhor em vestidos ou em roupas para festas, tenha o melhor atendimento, ou as melhores   promoções. Foque em ser a melhor loja no que escolher ser. Suas vendas crescerão sempre que mais pessoas sentirem o quão boa sua loja é.

4 –  Comunique visualmente

– Como sua loja ficará visível? Como ela irá chamar a atenção dos olhos?

Trata-se aqui de algo visual. Literalmente visual. Roupas como vários outros tipos de produtos, são feitos para os olhos. Mais do que vestir bem, elas precisam ser bonitas. Agradar a quem as vê é fundamental. Mas antes disso, ser visto é importante. Assim, o que for que quiser comunicar. Use algo adequadamente visual. Por exemplo, uma promoção de vendas poderia ter faixas e cartazes pela cidade. Quem sabe também anúncios em jornais ou revistas. Ela precisa estar nos olhos das pessoas. Mostre o quão bela é sua loja e suas roupas, apareça e venda mais.

5 – Tenha presença internet

– Seus clientes tem Facebook? Algum deles não usa a internet para pesquisas?

Todos estão na internet e posso imaginar que boa parte dos seus clientes utiliza o Facebook regularmente. Aliás, avaliando pela perfil médio do brasileiro, a maioria utiliza o Google para encontrar informações sobre o que querem comprar. Sem falar em Instagram, Twitter, Whatsapp, Pinterest e outros. Isso não quer dizer que você tenha que estar em todo lugar na rede. Porém para muitos, se você não esta lá, você não existe. Assim, selecione uma ou duas ferramentas sociais e seja ativa. Poste regularmente e interaja com as pessoas.

6 – Capriche na fachada

– Qual a roupa da sua loja? Ela está bem vestida para conhecer seu cliente?

É no ponto de venda que as coisas acontecem. Sua loja deve atrair atenção visualmente com uma fachada adequada a seu perfil. A primeira impressão antes de entrar na loja é crucial para a predisposição para a compra. Se sua fachada não representar quem és. Talvez o cliente nem entre e assim, você não venda. Por outro lado, se lhe achar linda ele entrará em busca de seus encantos. Sua armadilha pela atenção funcionou e você já pode vender mais.

7 Invista em iluminação

– Você concorda que o que é bom precisa ser visto?

Ninguém enxerga no escuro. Parece exagero, mas é realidade. Uma loja mal iluminada vende menos. Os produtos não parecem bons simplesmente por estarem pouco visíveis. Os cantos mal iluminados parecem conter coisas a serem escondidas. Sua loja não pode parecer suja aos olhos do cliente. Gaste dinheiro para iluminar bem sua fachada, sua vitrine e seus produtos. Sua loja irá brilhar na rua e seus clientes vão ver claramente o quão seus produtos são.

8 – Ordem no layout

– O que é mais fácil: 1, 2, 3 ou 2, 1, 3? Por que você acha que há ordenação de filas?

Torne a vida dos clientes mais prática. Organize um fluxo interno para eles. A disposição dos móveis, produtos e caixa da sua loja deve conter alguma ordem. Avalie como melhorar a experiência do consumidor ao entrar e fazer a compra em sua loja. Perceba o processo de compra ideal. Some a isso boas sinalizações internas. Isso lhe fará ganhar tempo no atendimento e oferecerá um ambiente mais fluído para seu cliente. Logo mais vendas podem acontecer.

9 – Metas com recompensas para a força de vendas

– Por que seu vendedor venderá mais? Seu salário irá aumentar?

Seja sincero consigo mesmo. Analise na perspectiva de vendedor e busque o que pode lhe fazer mais motivado a vender. Muitas vendas só acontecem por esforço do vendedor. Ele pode representar sozinho boa parte do faturamento de uma loja. Você deveria oferecer algo para que ele tenha ainda mais afinco para aumentar suas vendas. Crie metas de vendas somadas a benefícios e bônus e potencialize seu empenho. Tente isso e se surpreenderá.

10 – Campanha de fidelização e engajamento

– O que pode fazer sua cliente voltar? O que faria ela lhe indicar ainda mais para as outras?

Você bem sabe o quão importante é ser referenciada pelos seus clientes. O boca a boca é fundamental para seu crescimento. Porém, teorias dizem que um cliente mal atendido falará mal de você muito mais vezes que um bem atendido falará bem. Sua arma nesse caso pode ser dar incentivos para quem quer indicar você positivamente. Reconheça quem ajuda a sua loja a se tornar maior e ser melhor reconhecida. Crie campanhas onde ao fazer indicações convertidas em visitas ou vendas, seus clientes ganhem descontos ou brindes. Quanto mais pessoas falarem bem de você, mais você vende.

Ninguém conhece seu negócio tanto quanto você, mas acredite que existem outros similares ao seu. Assim, perceba nessas dicas possibilidades para sua loja e adapte elas para sua realidade. Tenho certeza as vendas de sua loja de roupas podem aumentar. Espero que você goste e fique a vontade para contar sua experiência ou buscar ajuda nos comentários. Quem sabe não compro de você também? Boa sorte com sua loja!

Considerações finais

Abrir uma loja de roupas pode ser uma ótima opção de investimento em 2015, apesar disso, apesar disso, muitos chegam até este blog procurando maneiras rápidas e seguras de investir em franquias.

Neste momento, o negócio de franquias que mais recomendamos para os nossos leitores é este aqui.

[nome]
[nome]
[email]
[email]
[submit]
[submit]
[submit]
[submit]
[formId]
[formId]
[return]
[return]
[formName]
[formName]